Como as escrituras podem te ajudar a lidar com a Ansiedade

Antes de adentrar no tema propriamente dito, mostrando como o estudo das escrituras podem contribuir para controlar a ansiedade, é preciso pontuar sobre qual ansiedade estamos falando.

Todos temos sentimentos de ansiedade em certos momentos da vida. É algo normal para situações novas e muitas vezes desafiadoras – como um novo chamado na Igreja, um casamento, gravidez ou começo de ano letivo. A preocupação fez parte da vida, pois não temos um perfeito conhecimento sobre as coisas. Essa ansiedade pode até ser algo positivo, pois nos motiva a gir e resolver problemas.

Entretanto, se a ansiedade é intensa e persistente e afeta a vida diária então se trata de “transtorno de ansiedade”.

Há diferentes tipos de transtorno de ansiedade, mas basicamente eles incluem sentimentos excessivos de medo e nervosismo. Taquicardia, tensão, falta de ar, tontura e a falta de capacidade de se concentrar e relaxar são sintomas detectáveis em pessoas que sobrem disso. Pensamento temeroso, insegurança, preocupação e estresse podem acionar esses sintomas. A genética e um desequilíbrio na química do cérebro também podem contribuir para a ansiedade.

Esse tipo de problema emocional é sério e deve ter amparo de profissionais da saúde. O tratamento pode incluir mudanças na rotina, exercícios, boa alimentação e muito mais. Entretanto, mesmo para esses casos o estudo das escrituras pode proporcionar alegria e até contribuir para cura da ansiedade. E eis algumas razões:

  • LEITURA. Muitos psicólogos e terapeutas verificaram que a leitura é um ótimo remédio contra a ansiedade, pois direciona a atenção dos aflitos para outros assuntos não corriqueiros e os faz tomar uma pausa saudável na rotina. As obras-padrão da Igreja – Bíblia, Livro de Mórmon, Doutrina e Convênios e Pérola de Grande Valor –  são a leitura básica para aprendermos os caminhos do Senhor. Precisamos desenvolver o hábito de lê-las todos os dias. Mesmo que seja difícil começar, precisamos fazê-lo. Com o tempo, o estudo das escrituras será agradável.
  • APRENDER COM EXEMPLOS DO PASSADO. A leitura das escrituras nos faz aprender sobre homens e mulheres que tiveram problemas difíceis – enfrentando oposição, crueldade e tentações. Alguns tiveram que deixar a vida confortável para trás e adentrar um deserto mortal, outros tiveram que proclamar a verdade com destemor diante de tiranos reis, outros precisaram se submeter a trabalhos forçados com paciência – e outros até que tiveram que dar a própria vida pela verdade. As escrituras contém muitos exemplos de pessoas simples que venceram pela fé suas provas.
  • CONSTATAR O PODER. As escrituras ensinam que Deus é poderoso, que se importa conosco e que realiza milagres. Ensinam que Cristo cura todo espécie de enfermidade – mesmo as doenças e problemas emocionais, como o transtorno de ansiedade. Entretanto, assim como a mulher com o fluxo de sangue precisou esperar 12 anos para ser curada – talvez tenhamos que esperar com paciência o momento certo para cura. Mas por meio do que aprendemos nas escrituras podemos ter certeza que a bênção virá, no melhor tempo, e da melhor forma.
  • CONVIDAR O ESPÍRITO. As escrituras convidam o Espírito para nossa vida. Se orarmos especificamente por sentimentos de paz ao lermos as escrituras poderemos encontrar entendimento, compreensão, força, calma e esperança. Lembraremos que o Pai Celestial nos ama e que “o valor das almas é grande à vista de Deus” (D&C 18:10). As escrituras podem nos dar força para enfrentar nossos temores e desafios com fé. Podemos seguir em frente com confiança e fazer o melhor que pudermos.

2 comentários em “Como as escrituras podem te ajudar a lidar com a Ansiedade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *