Jogador de basquete do Real Madrid, Jaycee Carroll, fala sobre sua fé e sua família

Jaycee Carroll, um membro de A Igreja dos Santos dos Últimos Dias e jogador de basquete profissional da equipe do Real Madrid C. F. da Liga Endesa, da Espanha, tem mostrado sua capacidade para se adaptar a qualquer mudança tanto na vida quanto nas quadras.

No decorrer de sua carreira de 11 anos na Europa, ele se adaptou às novas culturas e estilos de jogo, tornando-se o favorito dos fãs do basquete. Carroll é conhecido como “O Mórmon” e fez da Espanha a sua segunda casa.

Jaycee Carroll serviu como missionário de tempo integral em Santiago do Chile, e nem mesmo suas dificuldades para aprender espanhol o impediram de dar o seu melhor no seu serviço ao Senhor e às pessoas do Chile. Em uma entrevista para Church News, ele compartilhou:

Jaycee Carroll do Real Madrid na partida final de basquete da Final Four Euroliga entre Real Madrid e Fenerbahce em Belgrado, Sérvia, no domingo 20 de maio de 2018. Foto: AP Darko Vajinovic.

“Estar no CTM foi uma das experiências da vida que me fez desenvolver mais humildade. O esporte sempre foi fácil… Mas parecia que todos os outros missionários aprendiam espanhol mais rápido do que eu e sabiam mais sobre o Evangelho.”

Foi aí que Carroll decidiu que esforçaria para dar o seu melhor na obra e seguiria a todas as regras da missão com a esperança de que a sua capacidade para falar o idioma e o seu conhecimento do Evangelho aumentassem. Com o tempo, compartilhar o evangelho em espanhol se tornou cada vez menos difícil.

“Sou muito grato por esta experiência,” disse ele.

Em 2011, este Santo dos Últimos Dias de 1,86m de altura, começou a fazer parte de um dos clubes mais conhecidos da Europa. Caroll compartilha o seu talento com os espectadores, mantendo-se fiel à sua fé e suas crenças.

Jogador do Real Madrid e Santo dos Últimos Dias, Jaycee Carrol, junto com sua esposa, Baylee, e seus quatro filhos. Foto do Instagram.

Junto com sua esposa Baylee e seus quatro filhos: Bella, 10; Alba, 8; Zoe, 5; e Jagger, 2; fizeram de Madrid o seu lar ao mesmo tempo que fazem parte da comunidade de Santos dos Últimos Dias local.

“Minha família e eu encontramos um lar aqui em Madrid… Desfrutamos de tudo o que a Espanha tem para nos oferecer. Todos meus filhos mais velhos falam espanhol, vão a uma escola de língua espanhola e desfrutamos da cultura [do país],” compartilhou Jaycee Carroll.

Carroll também contou que a Igreja tem apoiado muito a ele e à sua família.

“As alas e estacas daqui são maravilhosas. Me dão chamados que se adequam com o meu horário de trabalho. Muitas vezes me chamaram para servir com os jovens, o que é algo muito bom. Quero ser um exemplo para eles e ajuda-los a ver o que pode ser possível e tudo o que podemos fazer quando vivemos os princípios do Evangelho.”

Jogador do Real Madrid e Santo dos Últimos Dias, Jaycee Carrol, junto com sua esposa, Baylee, e seus quatro filhos. Foto do Instagram.

Carroll também contou em sua entrevista com Church News que o basquete lhe deu muitas oportunidades. Pôde viajar para diferentes países, como a China, o Azerbaijão, Porto Rico, visitar a América do Sul e a muitos outros países do continente europeu.

“O basquete me levou por todo o mundo,” ele disse.

O time de Carroll ganhou a Supercopa, jogou na final da Euro Liga e ganhou a Liga Espanhola de basquete. No entanto, apesar da longa e bem sucedida carreira profissional de Carroll com o Real Madrid, nada está totalmente definido, permanecer no time é algo que muitos desejam.

Jaycee Carroll do Real Madrid na partida final de basquete da Final Four Euroliga entre Real Madrid e Fenerbahce em Belgrado, Sérvia, no domingo 20 de maio de 2018. Foto: AP Darko Vajinovic.

“A cada ano, há novos jovens universitários e jogadores espanhóis e gregos que tentam roubar seu lugar. Você tem que estar constantemente preparado e em forma, porque há sempre alguém que quer estar onde você está.”

Graças ao apoio de sua esposa e de seus filhos, Jaycee Carroll continua com a mesma energia, sendo um exemplo tanto para os fãs como para muitos jovens membros da Igreja.

Fonte: Thechurchnews.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *