O que os profetas dizem sobre receber revelações através de sonhos

Daniel, a esposa de Leí – Definitivamente, existe mais de um registro nas escrituras de pessoas que receberam revelações através de sonhos.

Se foi um calor, uma lição, um vislumbre de destino divino, ou uma combinação do três, não há dúvidas de que o espaço entre a consciência e a inconsciência é um receptáculo de revelação.

Então, como podemos saber que não é só um sonho e porque recebemos revelação enquanto dormimos?

Os profetas e apóstolos em toda a história de Cristo, trazem respostas para essas perguntas. Segue abaixo o que vem sido dito sobre receber revelação através de sonhos e porque recebemos revelação desta maneira.

Temos o direito de receber revelação, até mesmo através de sonhos.

Receber revelação através de sonhos não é um direito reservado somente para algumas pessoas. Enquanto estava na Cadeia de Liberty, o profeta Joseph Smith compartilhou:

 “Acreditamos que temos o direito de receber revelações, visões e sonhos de Deus, nosso Pai Celestial; e luz e inteligência, através do dom do Espírito Santo… em todos os assuntos concernentes ao nosso bem espiritual; Se guardarmos os seus mandamentos, se nos tornarmos dignos aos Seus olhos.” (Ryan C. Jenkins, “Quiet Slumber: Receiving Revelation Through Dreams,” rsc.byu.edu).

Enquanto podemos receber revelação de várias maneiras, existem algumas condições que precisam ser feitas para facilitar qualquer comunicação com Deus. O Élder Richard G. Scott compartilhou algumas coisas que precisamos fazer para estar receptivos a revelação, em seu discurso na Conferência Geral em abril de 2012 chamado “ Como obter revelação e inspiração para a sua vida pessoal”:

“A pessoa deve estar sempre limpa mental e fisicamente e ter pureza de intenção para que o Senhor a inspire. Aquele que é obediente aos Seus mandamentos tem a confiança do Senhor. Tal pessoa tem acesso a Sua inspiração para saber o que fazer e, se necessário, o poder de fazê-lo.”

Até mesmo o ato de dormir, algo que todo mundo faz, pode preparar as nossas mentes para revelação. Como Parley P. Pratt disse:

 “Quando os órgãos externos do pensamento e a percepção não estão ativos, os nervos relaxam e toda a humanidade é silenciada em um quieto sono, para poder renovar suas forças e vigor. É nesse momento que os órgãos espirituais são libertos, em um certo nível, para assumir suas específicas funções… Nosso corpo espiritual tem olhos para ver, ouvidos para ouvir, língua para falar, e assim segue… Os órgãos espirituais estão suscetíveis a conversar com a Deidade, ou comungar com os anjos.” (Harold B. Lee, “Divine Revelation,” October 15, 1952, BYU Devotional).

Através da história, temos muitos exemplos de homens e mulheres que tiveram visões em sonhos ou receberam revelação enquanto dormiam. O Presidente Spencer W. Kimball compartilhou uma história na conferência geral de abril de 1974 sobre George F. Richards, o antigo presidente do Quórum dos Doze Apóstolos. “Acredito em sonhos,” O presidente Richards disse ao presidente Kimball. Ele continuou:

“E a mais de 40 anos atrás, tive um sonho no qual eu tenho certeza que foi do Senhor. Nesse sonho, eu estava na presença do Salvador e ele estava no ar. Ele não falou uma palavra para mim, mas meu amor por ele era tanto que eu não tenho palavras para explicar. Eu sei que nenhum homem mortal pode amar o Senhor, como eu experimentei aquele amor pelo Salvador a menos que Deus se revele para ele. Eu ficaria em Sua presença, mas havia um poder que me afastava Dele. Como resultado daquele sonho, eu sinto que não importa o que seja requerido das minhas mãos, o que o evangelho possa me implicar, eu farei o que precisa ser feito.”

Como diferenciar uma revelação de um sonho

Revelação pode ser recebida através de sonhos, mas nem todos os sonhos são revelações. Se torna importante então que saibamos quando um sonho é só um sonho ou quando é uma comunicação de Deus.

O Élder Richard G. Scott explicou como podemos diferenciar sonho de revelação em seu discurso na conferencia geral de abril de 2012:

“A comunicação inspirada à noite é em geral acompanhada de um sentimento sagrado. O Senhor usa pessoas por quem nutrimos grande respeito para ensinar-nos verdades em sonhos, porque confiamos nelas e ouviremos seus conselhos. É o Senhor ensinando por meio do Espírito Santo. No entanto, Ele pode fazer com que no sonho seja mais fácil entendermos ou que toque nosso coração ao sermos ensinados por alguém a quem amamos e respeitamos.”

Esses dois temas – um sentimento individual e inspirado do qual temos grande respeito – é frequente em revelações através de sonhos. Como o presidente James E. Faust explicou em seu discurso durante a conferência geral em abril de 2003:

“Creio que há uma forte atração familiar, tal como a influência de antepassados queridos, que continua conosco proveniente do outro lado do véu… Ao ficarmos mais velhos, a influência de nossos pais e avós do outro lado do véu torna-se mais forte. É uma experiência maravilhosa quando eles nos visitam em nossos sonhos.”

Mas um familiar não precisar estar no sonho para que seja uma comunicação de Deus. Pode ser um anjo, como foi a visão da árvore da vida de Leí, ou como sugeriu o Élder Scott, poderia ser alguém que respeitamos.

Franklin D. Richards teve um sonho envolvendo Brigham Young, que havia falecido. No sonho, ele disse que estava com Brigham Young no templo de Nauvoo. No templo, eles estavam sentados de lados opostos com os “pés em uma clara piscina de água” quando Brigham Young iniciou a conversa:

“‘Irmão Franklin, você aceitaria se fosse chamado para o Quórum? ’ Respondi, ‘Irmão Brigham, até agora, sempre aceitei, obedeci a cada compromisso que foi me dado, e tenho a intensão de sempre fazê-lo’” (LeGrand Richards, Just to Illustrate).

Dois anos depois, o Élder Richards foi chamado para servir como apóstolo do Quórum dos Doze.

Em alguns casos, não há ninguém no sonho, mas o sentimento que o Élder Scott descreveu é persistente. Como Patricia Tarrant descreveu em um artigo na revista Ensign de 1993 “Alertada por um sonho”:

Acordei de meu sonho, assustada. Foi o mesmo sonho que eu já havia tido antes e eu não poderia deixar de lado o mal pressentimento quando pensei em uma frase da minha benção patriarcal: ‘Você será alertada sobre a chegada do mal e será protegida do perigo e de acidentes. ’

O sonho era simples, mas aterrorizante. A pequena casa móvel de dois quartos onde eu, meu esposo e meus três filhos morávamos estava tomada pelas chamas. Eu não sabia quem, ou se alguém estava dentro da casa. Mas depois do meu sonho, eu tinha certeza que devíamos nos mudar.”

Apesar de ter tido a sorte de encontrar uma casa móvel de baixos custos, Patricia e seu esposo tiveram a sorte de encontrar uma casa de três quartos para se mudar.

Uma semana antes, recebi uma ligação do rancho, escreveu Patricia. ‘Você soube?’ meu amigo perguntou. ‘O trailer que você morava pegou fogo hoje.’

O que fazer quando recebemos revelação através de um sonho

Uma vez que qualquer forma de revelação é recebida, é importante registrá-la. Especialmente quando se trata de revelação recebida através de sonhos. Como o Élder Scott explicou:

 “A revelação pode-nos ser dada também em um sonho, quando há uma transição quase imperceptível do sono para o despertar. Se procurarmos capturar seu conteúdo de imediato, podemos registrá-la nos mínimos detalhes, mas se não o fizermos, ela se apaga rapidamente.”

Além de nos ajudar a relembrar a comunicação divina, registrar revelações através de sonhos também pode abençoar as nossas vidas de outras maneiras.

“Em geral, registrar os sonhos fortalece o relacionamento entre o Senhor e a pessoa na qual o sonho é dado. Quando registramos sonhos inspirados, podemos ver mais rápido as mãos do Senhor em nossas vidas e suas ternas misericórdias estendidas a nós” (Ryan C. Jenkins, “Quiet Slumber: Receiving Revelation Through Dreams,” rsc.byu.edu).

Embora você possa precisar de ajuda para interromper um sonho, é importante não compartilhar um sonho sobre uma revelação pessoal com qualquer pessoa.

Apesar de receber revelação enquanto dormimos parecer fácil, na verdade existe um pouco de trabalho envolvido para ter certeza de que estamos sintonizados com o Espírito para receber revelação através de sonhos.

Fonte: LDSLiving

Relacionado:

Quando o avô do Pres. Nelson falou com seu finado pai em um sonho

Um comentário em “O que os profetas dizem sobre receber revelações através de sonhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *