Os 5 idiomas do amor e diferença que podemos fazer ao ministrar

A irmã Jean B. Bingham, recentemente disse o seguinte sobre como demonstrar amor:

Não importa nossa idade, quando consideramos como ministrar de modo mais eficaz, perguntamos: “De que ela (ou ele) precisa?” Unindo essa pergunta a um sincero desejo de servir, somos então guiados pelo Espírito para fazermos o que ergueria e fortaleceria aquela pessoa.

“Ministrar tal como o Salvador”, Conferência Geral de abril de 2018

Os 5 idiomas do amor e o ministrar

Comecei a refletir bastante sobre o conceito “ministrar para atender às necessidades” e de repente lembrei-me de um livro no qual foram definidos os cinco idiomas da caridade pelo Dr. Gary Chapman, um conselheiro experiente de relacionamentos. Aqui estão as cinco principais maneiras pelas quais os casais se comunicam e demonstram amor, conforme o Dr. Chapman descobriu:

  • Palavras de afirmação
  • Gestos de serviço
  • Toque físico
  • Tempo de qualidade
  • Presentes

Embora o livro original do Dr. Chapman foque em como as linguagens do amor se aplicam no casamento e nos relacionamentos afetivos, ele também já escreveu livros sobre como estes estilos se aplicam à paternidade e ao local de trabalho.

Penso que os cinco idiomas do amor poderiam aplicar-se totalmente no ministrar. Afinal, ministrar é uma forma de demonstrar a caridade, o puro amor de Cristo, àqueles que nos rodeiam.

Jesus Cristo

Agora, a declaração da irmã Bingham sobre ser liderada pelo Espírito, é ainda mais verdadeira, pois se relaciona com saber como e quando servir. O que nos ajudaria a ser mais pessoais.

Muitas pessoas leram o livro e conhecem o idioma do amor, então a primeira coisa que podemos fazer é simplesmente perguntar às irmãs que ministramos, “Qual é o seu idioma do amor?”

Uma maneira de descobrir o idioma do amor de uma irmã em particular é observar como ela demonstra amor. A maioria de nós quer receber amor da mesma forma que damos. Por exemplo, ser a primeira a limpar a casa de alguém quando está se mudando ou fazer um bolo para alguém que acabou de dar a luz.

Após descobrir seu idioma do amor, aqui estão algumas ideias de como aplicá-lo à ministração:

Palavras de afirmação

  • Envie-a uma mensagem de texto ou um vídeo encorajador;
  • Deixe uma bilhete detalhando todas as qualidades incríveis dela;
  • Visite-a quando estiver enfrentando uma tribulação e diga a ela que é forte e conseguirá passar bem por tudo!

Atos de serviço

  • Limpe o jardim com ela;
  • Ajude a deixar as refeições prontas para a semana;
  • Dobre a roupa;
  • Ajude na preparação de algum aniversário ou festa de familiar.

Tempo de qualidade

  • Faça uma visita informal;
  • Leve-a para almoçar;
  • Telefone e mostre a ela que se importa e está disposta a passar mais tempo com ela.

Presentes

  • Um saquinho de presentes com docinhos ou com coisas de uma loja de um Real tornará o dia ou a semana bem melhor!
  • Entregue um porta-retratos ou uma moldura com sua citação favorita;
  • Dê um buquê de flores no aniversário dela (ou em qualquer dia!).

Toque físico

Observação: isto é mais aplicável em relacionamentos românticos e familiares. Se o idioma do amor de sua irmã ministradora é o toque físico, certifique-se de descobrir se o seu também é (Uma visita para um abraço é bem-vinda!)

Nenhum dos itens acima tomará horas e horas do nosso tempo. Na verdade, a maioria são atos pequenos e simples de bondade que afirmam a seguinte citação feita pela irmã Cheryl A. Esplin:

“O serviço não precisa ser algo grande e extraordinário para ser significativo e fazer a diferença.”

À medida que ampliamos nosso chamado para ministrar, ao despendermos tempo para conhecer e compreender as necessidades de nossas irmãs, nos tornaremos instrumentos nas mãos do Senhor.

Fonte: ThirdHour

Relacionado:

A bela analogia do Élder Uchtdorf que nos ensina o que é ministrar

The post Os 5 idiomas do amor e diferença que podemos fazer ao ministrar appeared first on maisfe.org.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *