Qual é a linguagem do amor de Deus?

No livro de Gary Chapman As cinco linguagens do amor, Chapman define claramente 5 maneiras por meio das quais as pessoas expressam e sentem amor na vida. Estas linguagens têm permeado a cultura moderna e a maioria das pessoas estão, pelo menos, familiarizadas com a ideia, se não as linguagens específicas. Apenas para recapitular, as 5 são palavras de afirmação, atos de serviço, receber presentes, tempo de qualidade e toque físico.

E pensar nas linguagens de amor me faz lembrar do grande mandamento, como registrado em Mateus 22: “Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, e com toda a tua alma, e com todo o teu pensamento”.

No início, este mandamento soa relativamente fácil de cumprir. Mas como exatamente amamos o Senhor? Não parece que as 5 linguagens do amor podem ser usadas diretamente para mostrar nosso amor a Deus. Mas podemos usá-las de maneiras menos aparentes para demonstrar nosso amor a Deus? Vamos dar uma olhada.

Atos de serviço

Provavelmente a linguagem mais fácil de traduzir, é por isso que eu estou discutindo isso primeiro. Mateus 25:40 lê “quando fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.”

O serviço nos permite crescer mais e amar a Deus.

Sempre que servimos aos outros, estamos verdadeiramente servindo nosso pai celestial. Se quisermos falar a linguagem do serviço com Ele, precisamos simplesmente recorrer aos outros e servi-los.

Receber presentes

Em dezembro de 2014, a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos últimos dias lançou um vídeo comemorando o nascimento de Cristo intitulado “Ele é o presente”. O vídeo nos lembra que “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito”.

Cristo é o presente, e aceitamos o amor de Deus aceitando Jesus.

Jesus Cristo é o presente mais importante do Pai Celestial. As lições que Ele ensinou, o exemplo que Ele deu e Sua expiação, quando nos deu a oportunidade de obter a salvação e a exaltação. Quando escolhemos seguir a Cristo, escolhemos receber o maior presente  de Deus.

Palavras de afirmação

revelação pessoal, minha oraçao

Com que frequência falamos com nosso Pai Celestial de maneira significativa?

Quando Amuleque ensinou os zoramitas em Alma 34, ele os convida a “clamar ao Senhor” onze vezes. Estes convites são para orar onde quer que nos encontremos, e para quase todos os aspectos de nossa vida. Claramente, nosso Pai Celestial quer que falemos diretamente com Ele. Podemos mostrar o nosso amor por Ele por meio das palavras que proferimos em oração.

E acho que devemos dizer a Deus que o amamos em nossas orações também. Agradecemos a Ele e pedimos-Lhe bênçãos em nossas orações. Com que frequência expressamos nosso amor por Deus em oração? E se o fizermos, será que é o  suficiente?

Tempo de qualidade

Agora estamos começando a entrar em território complicado, como não podemos ver Deus, não podemos entrar em Sua presença, então como passamos tempo de qualidade com Ele?

Precisamos fazer tudo o que pudermos para convidar o Espírito para nossa vida.

A resposta vem do sacramento, onde uma das bênçãos é “sempre ter Seu Espírito conosco” Um dos propósito do sacramento é ter o Espírito do Senhor conosco. Para que Sua presença passe um tempo conosco, e essa pode ser uma maneira de passar  tempo de qualidade com o Senhor.

Toque físico

É segurar as mãos ou qualquer coisa que permite o contato físico com outra pessoa. Então, como podemos aplicar isso a um Deus em cuja presença física não podemos estar? Creio que precisamos encontrar maneiras de convidar Sua presença em nossa vida por meio do Espírito Santo. Mas é mais do que isso. Trata-se de sentir as manifestações físicas do Espírito em nossa vida. Sua presença está nas lágrimas que muitos de nós derramamos durante momentos espirituais. A imensa alegria e paz que temos quando Deus está conosco. Seu toque físico está no ardor do nosso peito. Sabemos que nosso Pai Celestial não nos deixará sem consolo, e esse é o Seu amor.

Assim, as 5 linguagens do  amor não se traduzem diretamente em amar a Deus. Mas elas podem se traduzir a seguir o primeiro grande mandamento de demonstrar amor a nosso Pai Celestial.

Fonte: ThirdHour

Relacionado:

Os 5 idiomas do amor e diferença que podemos fazer ao ministrar

2 comentários em “Qual é a linguagem do amor de Deus?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *