Terapeuta fala sobre como lidar com problemas emocionais durante o Natal

Para muitas pessoas, a época de Natal é uma maravilha cheia de festas variadas e jantares de família. É assim que esperamos que seja. No entanto, para outros, o Natal aumenta o estresse e amplia sentimentos de tristeza, depressão, ansiedade, solidão, desesperança e até mesmo tendências suicidas.

Muitas vezes é difícil para aqueles que não tem que lidar com problemas de saúde mental compreender por que uma época do ano que é tão positiva pode ser tão depressiva para muitos.

Existem razões simples e complicadas para isso.

Para muitos que moram sozinhos ou que estão longe da família, a época de Natal pode aumentar o sentimento de solidão. Essas pessoas tem que ver outras família se reunindo e sabem que elas não podem fazer o mesmo.

Para outras pessoas, o Natal pode ser uma época de ainda mais estresse porque elas sentem as preocupações financeiras em sua incapacidade de comprar presentes, alimentos e itens tão necessários e desejados por sua família.

Pessoas com depressão e ansiedade podem sentir uma piora em sua condição por causa das diversas mudanças de clima, ambiente e níveis de estresse.

A época de Natal, em vez de ser edificante e divertida, pode ser um lembrete de tudo o que eles acham que está errado em suas vidas. Tais sentimentos podem aumentar os sintomas de depressão, ansiedade e tendencias suicidas.

Para algumas pessoas, o Natal é um lembrete de fracassos pessoais.

Como os entes queridos podem ajudar

A maioria de nós conhece pessoas que foram ou são afetados de maneiras negativas pelas festividades de fim de ano e se perguntam o que podemos fazer para ajudar.

Na maioria dos casos, o melhor tipo de ajuda que pode ser oferecido é estar atento e ter tempo para ouvir.

Permita que aqueles que têm dificuldades durante as festas de fim de ano compartilhem seus sentimentos. Isso pode diminuir a solidão, o estresse, pensamentos negativos, e vai ajudá-los a se sentirem compreendidos.

Convide aqueles que estão sozinhos para participar de atividades familiares e de amigos. Isso pode ajudar a diminuir a solidão e ajudá-los a se sentirem amados.

Tirar um tempo para criar um plano com aqueles que lidam com depressão e ansiedade antes da temporada de férias pode ajudar esses indivíduos a se manter estáveis durante as festas de final de ano.

Quando possível, ajude aqueles que não podem providenciar uma ceia de Natal para a própria família.

Para aqueles que não conseguem encontrar alegria durante as festividades

Para aqueles que estão sozinhos ou sentem que não têm ninguém para apoiá-los, encontrar maneiras de lidar com o estresse pode ser difícil.

Muitas vezes, aqueles que se sentem sozinhos, em vez de buscar ajuda voltam-se para dentro e para longe daqueles que os rodeiam. Esse isolamento tende a aumentar sentimentos de depressão e ansiedade.

Se você se encontrar nessa situação é importante planejar atividades simples nas quais você possa estar envolvido. Por exemplo:

  • Converse com aqueles ao seu redor que você não conhece.
  • Visite locais sociais que permitem interação.
  • Participe de atividades comunitárias gratuitas ou serviços religiosos, onde há grupos servindo.
  • Esteja disposto buscar ajuda de profissionais de saúde mental que possam te ouvir e te ajudar.
  • Ligue para as pessoas que já mostraram desejo de ajudá-lo.

Mais importante ainda, compartilhe o que você está passando com aqueles que desejam ajudar-lhe.

Muitas vezes, quando as pessoas falam sobre seus sentimentos de depressão, ansiedade ou até mesmo de suicídio, esses sentimentos podem parecer mais administráveis.

Separe um momento para fazer algo que você realmente gosta, tome uma boa xícara de chá, assista um filme ou visite um lugar que lhe traz conforto. Ter tempo para servir os outros ao seu redor também pode ajudar a diminuir sentimentos de solidão, ansiedade e depressão.

Esteja disposto a pedir aos outros que se juntem a você e que passem tempo com você. Muitas vezes pensamos: “Oh, eles estão muito ocupados com a família ou com os amigos. Não querem estar comigo”. Mas na realidade, se soubessem que são necessários, estariam dispostos a ajudar. A maioria das pessoas está disposta a ajudar se elas souberem que você precisa de ajuda.

A temporada de festas pode ser menos estressante para todos nós quando nos afastamos da correria lembramos que a época de Natal não é sobre pacotes e perus, mas o nascimento de um Bebê que veio ao mundo nas circunstâncias mais humildes, que durante Sua vida adulta experimentou a solidão, a traição, a decepção e todos o sofrimento que poderíamos suportar. É Ele que oferece a todos nós amor, aceitação, verdade, empatia, compaixão e a força para nos mantermos firmes mesmo quando a noite é escura.

Ele oferece tudo isso livremente, principalmente quando somos Suas mãos, Seus ouvidos atentos, Sua voz de compaixão e compreensão e Seus pés que andam por caminhos solitários.

Fonte: LDSLiving

Relacionado:

Terapeuta responde: “Eu não amo mais meu cônjuge. Devo pedir o divórcio?”

The post Terapeuta fala sobre como lidar com problemas emocionais durante o Natal appeared first on maisfe.org.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *