Mãos Que Ajudam e Instituições religiosas se unem com escola de samba em ação para doação de sangue no AP

Voluntários contaram com a bateria da Piratas Estilizados para sensibilizar doadores para o Hemoap.

Por Ugor Feio, G1 AP — Macapá

Voluntários do programa “Mãos que Ajudam”, da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, realizaram, nesta sexta-feira (25), ação para mobilizar a doação de sangue no Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap), no Centro de Macapá.

A atividade visa evitar que os estoques do banco de sangue atinjam níveis críticos. O evento faz parte da campanha “Hemoap não tira férias”, que vai até o dia 30 de janeiro.

Além da igreja, outras instituições religiosas participaram da mobilização, que contou também com universitários voluntários e a escola de samba Piratas Estilizados.

O grupo carnavalesco levou integrantes e instrumentos da percussão para chamar a atenção do público para a causa, realizando um ensaio aberto da bateria da escola de samba em frente ao Hemoap.

Bateria da Piratas Estilizados realizou um ensaio aberto em frente ao Hemoap — Foto: Ugor Feio/G1
Bateria da Piratas Estilizados realizou um ensaio aberto em frente ao Hemoap — Foto: Ugor Feio/G1

Para Diogo Santos, da coordenação da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Diasa mobilização é de grande importância para a comunidade, especialmente nos meses que antecedem o carnaval, quando há um aumento na demanda das bolsas de sangue.

“A gente têm o conhecimento de que a demanda de sangue aumenta durante o carnaval e pretendemos mobilizar a população, através da igreja, para que mais voluntários venham até o Hemoap. Mesmo não sendo muito a favor das festas de carnaval, nós somos a favor da vida”, esclareceu.

Diogo Santos, diretor assistente de assuntos públicos da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias — Foto: Ugor Feio/G1
Diogo Santos, diretor assistente de assuntos públicos da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias — Foto: Ugor Feio/G1

A chefe do Serviço de Captação e Orientação Social do Hemoap, Marcela Vales, explica a importância da doação de sangue e estima que cerca de 100 voluntários tenham comparecido ao centro nesta sexta-feira. O período de férias é o que registra o menor número de doações.

“Um número muito bom de doadores, principalmente nesse período de menor número de voluntários e maior demanda. Vale lembrar que cada doador pode gerar até quatro bolsas de sangue e salvar até quatro vidas”, contou.

José Teixeira, de 48 anos, doando sangue no Hemoap — Foto: Ugor Feio/G1
José Teixeira, de 48 anos, doando sangue no Hemoap — Foto: Ugor Feio/G1

O voluntário José Teixeira, de 48 anos, foi uma das pessoas sensibilizadas pela ação. Mesmo tendo sido um doador assíduo, ele diz que estava a cinco anos sem contribuir com o banco de sangue e foi trazido até o Hemoap por influência da Igreja.

“Eu já doei mais de 15 litros de sangue durante minha vida, foram mais de 30 vezes, desde que eu tinha 19 anos e estava no quartel. Infelizmente, passei cinco anos sem doar. Como faço parte da igreja recebi o convite e decidi vir aqui hoje”, contou.

O estudante, Alexandro Santos, de 18 anos, voluntariou-se a doar sangue pela 1ª vez e reforçou a necessidade de contribuir para a campanha.

“É a primeira vez que faço a doação, acho importante ajudar o próximo. Muita gente precisa dessa ajuda, é realmente uma boa coisa, a gente nunca sabe quando vai precisar não é?!”, alertou.

Doar sangue é um ato voluntário e a pessoa tem de atender alguns critérios básicos. Ela precisa estar saudável, pesar mais de 50 quilos e ter entre 16 e 69 anos – menores de 18 anos somente com autorização dos responsáveis. Maiores de 60 anos devem doar apenas se já forem doadores assíduos.

As doações no Hemoap acontecem de segunda à sexta-feira, das 7h30 ao 12h, na Rua Jovino Dinoá esquina com a Avenida Raimundo Álvares da Costa, no bairro Central de Macapá.

Fonte:
https://g1.globo.com/ap/amapa/noticia/2019/01/25/instituicoes-religiosas-se-unem-com-escola-de-samba-em-acao-para-doacao-de-sangue-no-ap.ghtml

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *