3 coisas que acredito pela fé (e porque não fico doido atrás das respostas)

Não acho que existe um mórmon no planeta que não tenha dúvidas sobre alguma crença SUD aparentemente estranha, um acontecimento histórico ou que não fique pensando sobre as eternidades. Mas, como Naamã do Velho Testamento, às vezes, depois de todos nossos melhores esforços para entender, apenas temos que aceitar pela fé.

 

Suponho que você poderia dizer que no mundo religioso a maioria das coisas devem ser analisadas usando apenas a fé. Aqui estão apenas três coisas (de uma longa lista) que, pessoalmente, não entendo totalmente, mas estou disposto a aceitar pela fé.

 

Mas antes analisarmos a lista, precisamos entender que a fé não deve ser usada como bode expiatório para temas que simplesmente não “queremos” entender. Quando temos perguntas devemos tentar ao máximo obter respostas por meio da  busca física e espiritual.

1. A geografia do Livro de Mórmon

pela fé

Onde exatamente aconteceram os eventos do Livro de Mórmon (geograficamente falando)? Não faço a mínima ideia. Algumas pessoas acreditam que aconteceram no meio dos Estados Unidos, na área dos Grandes Lagos. Outros juram que aconteceu na península mexicana e na América Central. De qualquer forma, não há em nenhum lugar uma placa que diz “Bem-vindo à Zaraenla”.

O Élder Neal A. Maxwell escreveu uma vez que “é a opinião do autor que todas as escrituras, incluindo o Livro de Mórmon, permanecerão no âmbito da fé. A ciência não será capaz de provar ou refutar o registro sagrado. No entanto, surgirão evidências plausíveis para evitar que os zombadores tenham motivos para zombar, mas não o suficiente para remover a exigência de fé. Os que acreditam devem ser pacientes durante tal desdobramento”.

2. Palavra de Sabedoria (principalmente o café e o chá preto)

pela fé

A maior parte da Palavra de Sabedoria faz todo o sentido para mim. Não devemos tomar bebidas alcoólicas, usar drogas, tabaco e devemos cuidar do corpo. Isso tudo tem importância. O que não compreendo inteiramente, entretanto, é por que tais substâncias aparentemente inconsequentes tais como o café e o chá preto estão incluídas entre as coisas que nós não devemos ingerir. A ciência sobre o álcool e as drogas esclarecem bastante, mas não há muito sobre o café, principalmente sobre chá preto.

No entanto, tenho fé que é um mandamento dado por um profeta de Deus, então a fé completa a dúvida.

3. Poligamia

pela fé

Caramba, essa palavra está na moda. Vamos ser honestos, não acho que muitos mórmons estão muito felizes com a nossa história sobre a poligamia quanto qualquer outra pessoa. Nem os primeiros santos ficaram felizes com isso. É uma pílula difícil de engolir e há muitos não-membros ou ex-membros que se recusam a aceitar o que aconteceu. Entendo e até compreendo esse conflito.

Por que alguns dos primeiros santos começaram a praticar a poligamia? Podemos especular pelo resto do ano, mas para ser sincero, não tenho certeza do porquê deste mandamento.

Não é a única questão do tipo. Por que os antigos israelitas receberam o mandamento de matar homens, mulheres e crianças cananitas? Não sei a resposta, mas aposto que foi um teste que abalou a fé dos israelitas. Da mesma forma, a poligamia foi um teste para a fé dos primeiros santos, como o é para mim também.

Mas ainda escolho a fé. Tenho tempo para receber minha própria revelação sobre isso e Deus tem tempo para concedê-la a mim. Ainda estamos no meio deste teste da mortalidade.

Estou ansioso para receber a luz adicional sobre a prática histórica da poligamia e todas as suas implicações.

Encontrar o equilíbrio pela fé

Até agora listei algumas coisas que acredito porque tenho que ter fé. Tenho perguntas sobre todas essas coisas para as quais não tenho respostas. Mas não acredito que minha fé seja cega. Sinto-me bem por acreditar nestas coisas pela fé porque o peso do que acredito com firmeza é muito maior do que o peso das perguntas que tenho.

O Livro de Mórmon é simplesmente um milagre. Na minha opinião, deixa facilmente todas as críticas “no chinelo”. Não sei onde Zaraenla ficava, mas acredito que era um lugar real. Acredito que o Livro de Mórmon é verdadeiro, mas para descobrir por si mesmo é preciso ler por si mesmo.

Acredito com toda a força que somente um profeta de Deus poderia ter traduzido o Livro de Mórmon. Esse profeta é Joseph Smith. O peso dessa crença é maior do que as perguntas que tenho sobre o café, chá preto ou mesmo a poligamia. Naturalmente, essas perguntas ainda são importantes, mas sei o suficiente para prosseguir com esperança que terei mais luz no futuro.

Creio que devemos ser cautelosos para não permitir que o que não sabemos destrua o que temos mais certeza.

O fato é que no âmbito da fé (que é o âmbito da religião), sempre haverá perguntas sem resposta. As perguntas são uma característica intrínseca da própria fé. Se não houvesse perguntas, não haveria fé. Deus deixa espaço para perguntas para que a fé possa existir e até mesmo crescer. Então não entre em pânico quando surgirem perguntas. Elas eram para existir mesmo. Tudo faz parte do plano divino do Senhor e todos podemos “nos dar ao luxo” de ter um pouco de fé nele

Fonte: MormonHub.com

Relacionado:

Sobrevivendo a uma crise de fé (e como os membros da Igreja podem ajudar)

 

The post 3 coisas que acredito pela fé (e porque não fico doido atrás das respostas) appeared first on Mormonsud.net.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *