5 vezes em que os apóstolos foram bastante diretos

Tudo bem que os apóstolos praticamente sempre foram conhecidos por ser bastante diretos. Eles geralmente não medem as palavras ao tentar transmitir uma mensagem. Mas tem havido algumas vezes na história da Igreja moderna em que os apóstolos fizeram discursos extremamente diretos para transmitir a mensagem de modo explícito e claro. Aqui estão apenas cinco exemplos marcantes.

1. Élder Packer dizendo às pessoas que “cresçam”

Apóstolo Mórmon Boyd K. Packer

O discurso é de uma conferência geral de 1977. Ele é muito bacana. O título é O Bálsamo de Gileade e nele o Élder Packer fala às pessoas que não conseguem relevar as pequenas coisas.

Segue a transcrição de uma de uma das minhas partes favoritas:

Muitas vezes, no entanto, as coisas que carregamos são mesquinhas e até mesmo estúpidas. Se você está ainda chateado depois de todos esses anos porque a tia Clara não foi à sua recepção de casamento, por que você não cresce? Esqueça.

Se você pensa constantemente sobre um erro do passado, resolva-o — olhe para frente.

Se o bispo não fez o chamado do modo correto ou não desobrigou você do modo correto — esqueça.

Se você tem ressentimento de alguém por algo que essa pessoa fez — ou não fez — esqueça.

O nome disso é perdão.

Falou tudo.

2. Presidente Uchtdorf nos adverte para “PARAR JÁ”

conferencia das mulheres

Presidente Dieter F. Uchtdorf discursando na Conferência das Mulheres

Você provavelmente se lembra deste. Como esquecer? O Presidente Uchtdorf deu esse discurso em uma conferência geral em 2012. O título é Os Misericordiosos Obterão Misericórdia.

Minha parte favorita:

Esse assunto de julgar os outros poderia, de fato, ser ensinado em um sermão de duas palavras. No que se relaciona a ódio, maledicência, desprezo, infâmia, rancor ou o desejo de magoar, apliquem o seguinte:

Parem já!

É simples assim. Simplesmente temos de parar de julgar os outros e devemos substituir os pensamentos e sentimentos dessa natureza por um coração cheio de amor a Deus e a Seus filhos. Deus é nosso Pai. Somos Seus filhos. Somos todos irmãos e irmãs. Não tenho palavras exatas para expressar com suficiente eloquência, ardor e persuasão para que fique bem marcada essa questão de não julgar os outros. Consigo citar escrituras, tentar expor a doutrina e vou até mesmo citar um adesivo que vi recentemente.

Notou o ponto de exclamação depois as palavras ‘Parem já’? Não acho que os apóstolos o usam muitas vezes.

3. Élder Holland nos agarra pelo colarinho

Élder Holland diz: Você não está sozinho

O discurso foi dado em uma poderosa sessão do sacerdócio em uma conferência geral em 2011. O Élder Holland “chamou na chincha”. O discurso se chama Somos os Soldados e ainda bem que eu estava na missão quando ele foi proferido.

Ele não parecia estar brincando:

Estou pedindo a vocês, rapazes, que sejam ativos e puros. Se necessário, estou-lhes pedindo: fiquem ativos e tornem-se puros.

Irmãos, falamos ousadamente com vocês, porque parece que nada que seja mais sutil funciona. Falamos ousadamente porque Satanás é um ser real que está decidido a destruí-los, e vocês enfrentam sua influência cada vez mais cedo na vida. Portanto, agarramos vocês pelo colarinho e berramos com toda a força:

A batalha se [trava] com grande clamor: 

Firmes marchai! Firmes marchai!

Meus jovens amigos, precisamos de outras dezenas de milhares de missionários nos meses e anos à frente.

4. Élder Holland presta um testemunho ousado ao mundo

Sim, outro discurso do Élder Holland, mas é claro que é outro discurso do Élder Holland. Quando um apóstolo exorta os anjos e os homens que registrem o que ele está dizendo, não podemos deixá-lo fora da lista. Confiram o poderoso testemunho do Élder Holland sobre o Livro de Mórmon em seu discurso de 2009 chamado Segurança para a Alma:

Testifico que ninguém pode adquirir plena fé nesta obra dos últimos dias — e assim encontrar a plena medida de paz e consolo para nossa época — até que aceite a origem divina do Livro de Mórmon e ao Senhor Jesus Cristo, de Quem o livro presta testemunho. Se alguém for tolo ou desorientado o suficiente para rejeitar as 531 páginas de um texto até então desconhecido, repleto de complexidade literária e semítica, sem honestamente procurar explicar a origem dessas páginas  especialmente sem levar em conta seu vigoroso testemunho de Jesus Cristo e o imenso impacto espiritual que esse testemunho exerceu sobre o que hoje são dezenas de milhões de leitores  então essa pessoa, eleita ou não, foi enganada e, se deixar esta Igreja, será rastejando por cima, por baixo ou em volta do Livro de Mórmon para chegar à saída. Nesse sentido, o livro é o que se disse que o próprio Cristo seria: ´’Uma pedra de tropeço, (…) uma rocha de escândalo’, uma barreira no caminho daquele que não quer acreditar.

(…) Peço que meu testemunho do Livro de Mórmon e tudo o que ele implica, proferido aqui hoje, sob meu próprio juramento e ofício, seja registrado pelos homens na Terra e pelos anjos no céu. Acredito que ainda me restem alguns anos em meus “últimos dias”, mas mesmo que isso não aconteça, quero que fique absolutamente claro quando eu me colocar diante do tribunal de Deus que declarei ao mundo, na linguagem mais direta da qual sou capaz, que o Livro de Mórmon é verdadeiro, que ele surgiu da maneira que Joseph disse que surgiu e que foi dado para trazer felicidade e esperança aos fiéis no labor destes últimos dias.

Este me dá arrepios. O discurso todo é fabuloso, então se você ainda não viu, veja. Se você não leu, leia.

5. Presidente Uchtdorf fala de modo direto com os homens adultos solteiros.

Não pude deixar de incluir este na lista. É de um discurso de 2016 do Presidente Uchtdorf chamado Em Louvor dos Que Salvam. Em um breve trecho do discurso, ele fala aos jovens adultos solteiros (foi uma sessão do sacerdócio, então ele está falando com os homens em particular). Eis o que ele tinha a dizer.

O trecho em questão vai direto ao ponto:

Meus amados irmãos, quero lembrá-los de que, se houvesse uma mulher perfeita, acham realmente que ela estaria interessada em vocês?

Os profetas e apóstolos prestam contas primeiramente a Deus. Eles não fazem rodeios. Se eles se sentem inspirados a dizer alguma coisa, eles dizem em alto e bom som. Todos faríamos muito bem em ouvi-los.

Consegue lembrar de algum outro discurso que foi bem direto de outro apóstolos que não mencionamos? Compartilhe seus discursos favoritos conosco nos comentários!

Fonte: Mormonhub

Relacionado:

Falando francamente: a missão não é para você – carta de um pai para sua filha saindo em missão

 

The post 5 vezes em que os apóstolos foram bastante diretos appeared first on Mormonsud.net.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *