Os obstáculos para compartilhar o evangelho hoje e o como vencê-los

Quais são os maiores obstáculos de todos os tempos? E o qual é o “dever sagrado” de um santo dos últimos dias em relação a tais obstáculos?

O élder Kevin W. Pearson Setenta Autoridades Geral, forneceu respostas para ambas as perguntas no último dia da conferência FairMormon de 2018.

Um desafio fundamental, disse ele, é “levar o evangelho de Jesus Cristo para todo o mundo. A coligação de toda a Israel dispersa é a maior e mais poderosa força para o bem na terra.

E, no final, terá sucesso de modo milagroso e poderoso”.

Nosso dever sagrado

Profetas modernos como o Presidente Russell M. Nelson revelaram que Cristo fará algumas de suas “obras mais poderosas” entre agora e quando Ele vier de novo.

Deus, o Pai e Seu Filho presidem a Igreja “em majestade e glória”. Mas o santos dos últimos dias têm o sagrado dever de fazer a sua parte no trabalho.

Quando a compreensão da Expiação de Cristo cresce, aumenta também o desejo de compartilhar o evangelho. “Nosso dever é ancorado nos dois primeiros grandes mandamentos: amar a Deus e amar o próximo como a nós mesmos.”

Então qual é a mensagem sagrada e que devemos compartilhar? Leia as palavras do Presidente Nelson:

“Nossa mensagem ao mundo é simples e sincera: convidamos todos os filhos de Deus em ambos os lados do véu a se achegarem a seu Salvador, a receberem as bênçãos do templo sagrado, a desfrutarem de alegria duradoura e a se qualificarem para a vida eterna”.

Consciência e compreensão é a chave para vencer os obstáculos

Dois principais obstáculos impedem de compartilharmos essa “mensagem vital para o mundo”, disse o élder Pearson.

“O primeiro obstáculo é ser desconhecido — o segundo é ser incompreendido. Em outras palavras, a consciência e compreensão são os principais obstáculos para nos conhecer nosso dever sagrado. A escala e a magnitude deste desafio vai muito além do que qualquer coisa que o mundo corporativo já encontrou”.

As estimativas sugerem que até 6,6 bilhões de pessoas no mundo hoje nunca ouviram falar sobre a Igreja restaurada. Dos restantes habitantes que já ouviram falar da Igreja, cerca de metade das pessoas têm uma impressão desfavorável da religião, ele disse.

Entretanto, mais de metade dos habitantes do mundo têm acesso à Internet, e muitos deles usam um telefone móvel. Obviamente, a tecnologia desempenhará um papel central na superação do desafio de conscientização.

A maioria dos mal-entendidos sobre a Igreja podem ser relacionados a relativamente poucos temas-chave como a história da Igreja, os templos, os garments, Joseph Smith, a poligamia, os profetas, as mulheres, LGBT e transparência. As informações, tanto positivas quanto negativas sobre estes temas, são acessadas por meio de mecanismos de busca e do YouTube.

“Essas plataformas são as principais fontes de informação na nossa época”, ele disse. “Precisamos simplesmente de conteúdo mais eficaz, envolvente e fiel em mais idiomas e culturas que podem ser facilmente encontradas nessas plataformas — conteúdo que comunica de modo claro em que acreditamos e por que isso é importante em uma maneira positiva e pessoal. Não é possível para a Igreja produzir todo o conteúdo necessário. Precisamos de sua ajuda e suas vozes.”

Lições de uma caixa preta

Nenhum santo dos últimos dias está imune a questionamentos ocasionais sobre sua fé ou sentimentos de dúvida. O Élder Pearson disse que houve momentos em sua própria vida quando ele se perguntou sobre “certas questões históricas” ou questões doutrinárias abstratas. Mas ele sempre tentou focar nas revelações pessoais que tinha recebido do Espírito Santo sobre as “questões mais importantes”.

Ele mantém uma caixa preta na qual coloca questões, preocupações e perguntas que não pode resolver. Ocasionalmente, ele abre a caixa e pensa sobre seu conteúdo.

Ele ainda tem a caixa.

“Praticamente todo o conteúdo da caixa foi resolvido. Algumas questões vejo de modo diferente agora, e outras simplesmente não parecem importar mais. Outras ainda estão lá. Mas elas não me impedem de seguir em frente com fé.”

Hábitos diários

Orar diariamente, ler o Livro de Mórmon e frequentar a Igreja não vão resolver todos os desafios e preocupações, disse o Élder Pearson. Mas ainda há grande poder espiritual nesses simples hábitos diários — e Deus abençoa aqueles que buscam diligentemente guardar os Seus mandamentos.

“Não há ninguém que está além do alcance da Expiação do Salvador”, ele disse. “Há respostas, há esperança e há o poder para curar. O Salvador preparou uma maneira para que todos consigamos realizar o que Ele nos ordenou a fazer. Cada pessoa tem um caminho de fé pessoal. Mas há princípios eternos e poder espiritual que é dado para ajudar aqueles que pedem e buscam.”

Lembrem-se, o Élder Pearson concluiu: “sua voz é importante”.

“Devemos ser a voz da verdade. Devemos ter fé e a coragem para falar mais alto e envolver-nos em meios de comunicação sociais de forma eficaz, positiva e responsável, não contenciosa. Podemos simplesmente partilhar o que sabemos e acreditamos que com os outros.”

Fonte: ChurchNews

Relacionado:

O que os profetas disseram sobre NÃO compartilhar o evangelho

The post Os obstáculos para compartilhar o evangelho hoje e o como vencê-los appeared first on Mormonsud.net.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *