Podemos receber uma resposta errada a uma oração?

Tenho pensado muito sobre respostas às orações, especialmente as respostas que levam às situações difíceis. Às vezes, perguntamos a Deus sobre frequentar certa escola ou casar com essa ou aquela pessoa e recebemos “Sim” como resposta. Mas em seguida, semanas, meses ou mesmo anos mais tarde, descobrimos que não era onde precisávamos estar.

Por que Deus dá uma resposta quando parece que não era a certa para nós?

Experiência pessoal

errada

Quando voltei da missão, comecei a namorar um rapaz. Sentia-me satisfeita com a vida e estava gostando de passar tempo com ele. Falamos sobre casamento e quando percebi, dois meses e meio mais tarde estava noiva. Lembro de orar e jejuar para saber se ele era o certo para que eu me casasse mim e repetidamente, sentir um “Sim” como resposta.

E então deu tudo errado. As coisas começando a cair em espiral e me encontrei comprometendo meus padrões. Precisei acabar com o noivado para voltar a sentir o Espírito de novo.

Durante muito tempo tentei descobrir por que, mesmo tendo orado e jejuado sobre isso e recebido uma resposta “Sim”, terminei no caminho errado.

Na verdade, há muitas razões pelas quais Deus me guiou naquela direção particular. E, mesmo que isso tenha causado a ele, a mim a nossas família muita dor, o plano do Senhor era muito melhor do que qualquer coisa que eu poderia ter sonhado. Aprendi que Suas respostas às orações sempre nos levam até Ele.

Experiências das escrituras

errada

Às vezes perguntamos ao Senhor até que Ele nos deixe ir na direção que queremos, como foi o caso de Joseph Smith e as 116 páginas perdidas.

Pense nos israelitas, a quem Moisés voltou para resgatar dos egípcios. Deus poderia ter tornado a viagem muito mais fácil e enviado uma praga que exterminasse os egípcios e libertasse os israelitas. Mas Moisés e os israelitas tiveram que aprender a confiar que o Senhor cuidaria deles.

Mesmo nesta dispensação moderna, vemos como os profetas são testados e sua fé é constantemente provada.

Às vezes, no entanto, as experiências pelas quais passamos são simplesmente experiências para testar a nossa fé e nos ajudar a saber sem dúvida que o Senhor está conosco.

 Arbítrio

errada

Outro aspecto que impacta as respostas que recebemos é o fato de que todos nós temos o arbítrio.

No Livro de Mórmon, lemos:

“Portanto os homens são livres segundo a carne; e todas as coisas de que necessitam lhes são dadas. E são livres para escolher a liberdade e a vida eterna por meio do grande Mediador de todos os homens, ou para escolherem o cativeiro e a morte”

2 Néfi 2:27.

É fácil lembrar que as decisões que tomamos influenciam os outros, como frequentar certa escola ou entrar para a Igreja, etc. Mas acho que muitas vezes esquecemos que o oposto é verdadeiro também. Os outros podem fazer escolhas que alteram o resultado de onde iríamos originalmente.

Estradas erradas

Adoro a história em que o Élder Holland conta uma experiência que viveu com seu filho, Matt. Eles foram ver o Rio Colorado.  O Élder Holland recorda que quando estavam voltando, eles chegaram a uma bifurcação onde não conseguiam lembrar qual estrada tomar. Ele e o filho oraram para saber para onde ir e ambos sentiram que era para a direita. Mas depois de seguirem pela estrada, deram num beco sem saída. O Élder Holland fez o retorno e eles pegaram o caminho correto pela esquerda, e conseguiram voltar para casa.

Como Matt faz no vídeo, também já ponderei por que Deus nos levaria a uma estrada aparentemente errada depois de orarmos pedindo orientação. Amo a resposta do Élder Holland:

“Acho eu o desejo do Senhor para nós lá e Sua resposta à nossa oração, era nos colocar na estrada certa tão rapidamente quanto possível, com alguma tranquilidade, com alguma compreensão, que estávamos no caminho certo e que não tínhamos que nos preocupar com isso. E, neste caso, a maneira mais fácil de fazer isso foi permitir que andássemos alguns quilômetros na estrada errada para saber muito rapidamente, sem dúvida, que era o caminho errado e, portanto, com certeza igual, com igual convicção, que o outro era o caminho certo.”

Creio que uma coisa que muitas vezes esquecemos é que o Senhor vê todas as coisas do fim para o início. Não podemos compreender plenamente tudo o que o Senhor pode, nem podemos ver tudo o que acontecerá no final. Somos simplesmente seres mortais que têm que confiar que Ele sabe o caminho certo. E se a estrada para a qual o Senhor leva-nos dá num beco sem saída, temos que confiar que Ele sabe o caminho. Ele está nos pedindo para dar esse salto de fé e fazer a Sua vontade.

O Élder Holland continua:

“Tenho absoluta certeza e sei, com conhecimento perfeito, que Deus nos ama. Ele é bom. Ele é nosso Pai. E Ele espera que oremos, confiemos e acreditemos, sem entrar em pânico e sem retroceder ou pular do barco quando algo parece não estar indo bem.

Seguimos o curso, vamos em frente. Continuamos acreditando. Mantenham-se confiante, seguindo o mesmo caminho. E viveremos para cair nos Seus braços, sentir o Seu abraço e ouvi-Lo dizer: ‘Eu disse que ficaria tudo bem. Eu disse que daria tudo certo’”.

Confiar no Senhor

Pela minha experiência, não posso dizer que cheguei ao ponto de ficar grata por ter rompido o noivado. Ainda lido com a dor todos os dias. Mas posso dizer, com tanta convicção quanto o Élder Holland, que sei que Deus vai guiar a mim e a cada um de nós no caminho certo. Ele sempre responde nossas orações, mesmo que não seja da maneira que normalmente esperamos. Seu caminho é o melhor.

Mas às vezes ele inclui um desvio da curva de aprendizado, como com Joseph Smith e as 116 páginas perdidas. Às vezes isso inclui andar por uma estrada errada, como o Élder Holland e seu filho aprenderam. O Pai Celestial é o melhor Pai. Suas respostas sempre nos levarão de volta à Sua presença.

Como diz em Provérbios 3:

“Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas.”

Você teve alguma experiência de pegar a“estrada errada”? Compartilhe conosco nos comentários.

Fonte: Mormonhub

Relacionado:

Como o silêncio ao orar pode ser importante para receber nossas respostas

 

The post Podemos receber uma resposta errada a uma oração? appeared first on Mormonsud.net.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *