Igreja doa mais de 200 mil dólares em suprimentos para o combate da Covid-19 em Botsuana

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias respondeu a um chamado do governo de Botsuana para que a sociedade se mobilize na luta contra a pandemia da COVID-19, por meio de uma doação de equipamentos de proteção pessoal no valor de 2,5 milhões de Pula (aproximadamente 227 mil dólares).

O Ministro da Saúde e Bem-Estar do Botsuana, Dr. Edwin Dikoloti, se reuniu com líderes da Igreja em Gaborone, Botsuana, para receber a doação.

Ele incluiu 12 mil aventais descartáveis e milhares de máscaras faciais, luvas e aventais reforçados para serem usados por profissionais de saúde que estão trabalhando na linha da frente da pandemia.

Ministro da Saúde de Botsuana
Fonte: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

O Dr. Dikoloti expressou “profunda gratidão” à Igreja por sua doação enquanto a batalha de Botsuana contra a COVID-19 se intensifica.

Após o apelo do governo por assistência, “como igreja, nós conversamos com o Ministério da Saúde e Bem-Estar para identificar as necessidades mais críticas”, explicou o Presidente da Estaca em Gaborone, Oduetse Shaka Mokweni.

“As necessidades identificadas foram a escassez de EPI’s para profissionais da linha da frente e a falta de máscaras faciais para crianças do ensino primário em algumas escolas.”

Enquanto a Igreja organizava os equipamentos de EPI’s por meio de seus Serviços Humanitários, financiados por doações de membros de todo o mundo, os membros locais em Gaborone se uniram para ajudar.

Fonte: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Onze congregações em toda a capital costuraram coletivamente cerca de 8 mil máscaras. As máscaras foram “entregues ao Ministério da Saúde e algumas diretamente nas escolas”, disse o Presidente Mokweni.

Ele acrescentou que a doação “chegou no momento certo, quando a situação está piorando.”

Embora Botsuana tenha conseguido inicialmente conter a sua taxa de infecção, um forte aumento nos casos de COVID-19 tem sido registrado desde outubro.

Quase 21 mil casos positivos já foram confirmados em um país com uma população de cerca de 2,4 milhões de pessoas.

Fonte: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

O Élder Clement Matswagothata, Setenta de Área da Igreja, disse no evento entrega das doações que a mentalidade de se unir para o bem comum “começa em nossos lares.“

“Começa em nossas famílias. Afeta as comunidades em que vivemos. Tem a capacidade de fazer a diferença em países e no mundo.”

O Élder Matswagothata disse que cada membro da sociedade precisava ampliar sua compreensão do que significa ser um vizinho.

“Como Igreja, como povo, como nação, devemos nos perguntar: Quem é o nosso próximo? O nosso vizinho é todo mundo. É… o que realmente somos: os filhos de Deus.”

Fonte: Newsroom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *