Élder Bednar compartilha os 3 requisitos do arrependimento sincero

Utilizando exemplos da Bíblia e do Livro de Mórmon, o Élder David A. Bednar do Quórum dos Doze Apóstolos, ensinou o papel do arrependimento em nossas vidas.

“Arrepender-se é a primeira e natural consequência de demostrarmos nossa confiança no Salvador. Para descrever de maneira simples, o arrependimento é afastar-se do mal e voltar-se para Deus. Ao exercitarmos a nossa fé no Senhor, nos voltamos, nos achegamos e dependemos Dele. Portanto, o arrependimento é confiar e contar com o Redentor para fazer por nós o que não podemos fazer por nós mesmos.”

O Élder Bednar compartilhou três verdades fundamentais com relação ao arrependimento:

O arrependimento requer o Salvador

“Reconhecer e abandonar o pecado, sentir remorso, restituir um pecado e confessar os pecados para Deus e, quando necessário, para nossos líderes do sacerdócio, são elementos necessários e importantes no processo do arrependimento. No entanto, esses passos essenciais não são somente uma mera lista de comportamento que podemos mecânica, rápida e casualmente completar. Se fizermos essas coisas e falharmos em reconhecer e depender do Redentor e de Seu sacrifício expiatório, então até mesmo os nossos melhores esforços serão em vão.”

O arrependimento requer coração sincero e real intensão

“Ao nos arrependermos e nos voltarmos para o Senhor, é importante que sejamos honestos. Devemos trabalhar para sobrepujar a desculpa, a culpa e a racionalização que pode nos desviar de verdadeiramente nos voltarmos para o Senhor.”

O arrependimento é discipulado

“Arrependimento sincero não é um mero elemento do discipulado; na verdade, arrependimento é discipulado. O discipulado é estabelecido sobre os princípios da fé em Cristo e do arrependimento. O discipulado é cultivado e fortalecido no templo sagrado.”

Fonte: Newsroom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *