Vem e Segue-me: 1 Néfi 8-10 – “Venham e comam do fruto”

Vem e Segue-me é um programa da Igreja para o estudo pessoal e familiar das escrituras. No ano de 2020 estudaremos o Livro de Mórmon – outro testamento de Jesus Cristo. E vamos publicar artigos apoiando o programa.

No capítulo 8 de 1 Néfi, Leí tem a famosa Visão da Árvore da Vida. Entretanto, como os significados de cada elemento são melhores explicados por Néfi no capítulo 11, falaremos então sobre seu significado usando algumas referências da visão de Néfi.

Os Elementos do Sonho

A árvore da vida e seus frutos brancos: Representam o amor de Deus, que Ele demonstrou enviando Seu Filho, Jesus Cristo, para ser nosso Salvador.

O rio de água imunda: Representam as profundezas do inferno, onde caem os iníquos.

A barra de ferro: A palavra de Deus, que leva à árvore da vida.

A névoa de escuridão: As tentações do diabo, que cegam as pessoas de forma que elas se perdem e não conseguem encontrar a árvore.

O grande e espaçoso edifício no ar: O orgulho e as vãs fantasias do mundo, que não tem um alicerce seguro.

As Pessoas:

Primeiro Grupo: Algumas pessoas começam a seguir o caminho para a árvore da vida, mas perdem-se no nevoeiro. Essas são as multidões que ouviram as palavras de Jesus Cristo, mas O rejeitaram. Elas não perseveraram até o fim.

Segundo Grupo: As pessoas que chegaram à árvore (e comeram do fruto) apegando-se à barra, mas diante da zombaria vindo das pessoas que estavam no grande e espaçoso edifício, desviaram-se.

Terceiro Grupo: As pessoas que desejavam chegar ao edifício grande e espaçoso mais do que chegar à árvore.

Quarto Grupo: As pessoas que apegaram-se à barra e comeram do fruto sem dar atenção às zombarias, essas não se perderam. Elas são os que participaram do maior de todos os dons de Deus, que é a vida eterna.

Um Sábio Propósito

Néfi, como historiador, já registrava a história de seu povo. Mas o Senhor inspirou-o a compilar um outro registo que contêm a história religiosa de seu povo. Confira uma lista do manual do instituto contendo as semelhanças entre os dois registros:

Os versículos 1–5 de 1 Néfi 9 são um relato extraído diretamente das placas menores

Quando Néfi empregou as palavras estas e nestas referia-se às placas menores.

Quando Néfi empregou a palavra outras referia-se às placas maiores.

As placas maiores foram feitas por volta do ano 590 a.C.

As placas menores foram feitas 20 anos depois, por volta do ano 570 a.C.

Néfi explica por que o Senhor ordenou-lhe que preparasse um segundo registro (as placas menores) em 1 Néfi 9:5.

As placas maiores abrangem o período que vai de 570 a.C. até 385 d.C. e inclui o registro dos reis, das guerras e de outros fatos históricos.

As placas menores correspondem ao período que vai de 570 a 130 a.C. e cobre a história do ministério do evangelho entre os nefitas.

Sobre o que fala 1 Néfi 10?

O capítulo 10, assim como qualquer outro capítulo do Livro de Mórmon, está repleto de revelações. Neste capítulo, é predito por Leí o cativeiro da Babilônia. Leí diz ainda sobre a vinda de um Messias, um Salvador e um Redentor no meio dos judeus. Também é por Leí mencionada a vinda daquele que batizaria Jesus Cristo. A morte e ressurreição do Salvador também são pontos abordados nesses versículos. Néfi aborda sobre o Filho de Deus, o dom do Espírito Santo e a necessidade de retidão. E ainda nesse capítulo, leremos sobre a dispersão e coligação de Israel.

“Quando compreendemos o caráter de Deus e sabemos como achegar-nos a Ele, Ele começa a revelar-nos o céu e a contar- nos tudo a esse respeito. Quando estivermos prontos para achegar-nos a Ele, Ele estará pronto para achegar-Se até nós”. (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Joseph Smith, p. 44).

Logo no início do capítulo, nos deparamos com a expressão: dispersão e coligação de Israel. Nós sabemos o porquê ela foi dispersa? O Élder Bruce R. McConkie, que foi membro do Quórum dos Doze Apóstolos, pode nos dizer:

“A resposta é clara e evidente, quanto a isso, não resta dúvida. Nossos antepassados israelitas foram dispersos porque rejeitaram o evangelho, profanaram o sacerdócio, abandonaram a Igreja e se desviaram do reino. Eles foram dispersos porque se desviaram do Senhor, adoraram falsos deuses e seguiram todos os costumes das nações gentias. (…) Israel foi dispersa devido à apostasia. O Senhor em Sua ira, causada pela iniquidade e rebeldia de Israel, dispersou-os entre os gentios, por todas as nações da Terra”. (A New Witness for the Articles of Faith, 1985, p. 515).

O que mais você aprendeu com essa designação de leitura?

Fiz um vídeo sobre essa lição:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *