Bar no Paraíso

O homem morreu e foi pro Mundo Espiritual. Chegando lá o anjo encarregado da recepção lhe informou que apesar de ser mórmon e ter sido garçom a vida inteira, servindo bebida alcoólica, mesmo assim ele tinha direito de ir pro Paraíso. No Paraíso ele ficou cansado de não fazer nada e mesmo tendo sido avisado de que não daria certo, resolveu abrir um bar. Dito e feito! No terceiro mês ele entrou em falência. Então teve uma ideia brilhante: Abrir um novo bar, só que desta vez seria na Prisão. De tanto que insistiu ele foi transferido para a Prisão, e feliz da vida, digo, da morte, abriu o tal bar, apesar de ter sido avisado pelo gerente da Prisão que aquela ideia maluca não daria certo. Passou um mês, dois meses e nada! No terceiro mês ele já estava desesperado com o movimento, ou com a falta de movimento, e foi reclamar com o gerente da Prisão. Este lhe disse: – Bem que eu lhe avisei que essa ideia não daria certo. – Mas como é que você sabia que não iria dar certo? – Porque aqui a maioria do povo não bebe. Ou é mórmon, ou é crente…

Enviada por: Elson Carlos Ferreira
E-mail:elsonferreira@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *