Maior programa humanitário do mundo

Existe uma organização mundial, com sede inclusive no Brasil (em Campo Grande e várias cidades de Mato Grosso do Sul), que desenvolve um dos maiores programas de ajuda humanitárias do mundo, senão o maior. Em 2019, por exemplo, ela trabalhou em 142 países e territórios com 3221 projetos com mais de 2.000 parceiros para servir milhões de pessoas. Desde 1985, mais de $ 2,3 bilhões de dólares em assistência foram fornecidos.

Suas generosas doações estão salvando vidas como na República Centro-Africana; ajuda ao programa mundial de alimentos da Somália e centenas de outros projetos. Para isso ela mantêm grandes fazendas e indústrias na produção de alimentos em grande escala com a finalidade exclusiva de doação a comunidades carentes e/ou vítimas de catástrofes em todo o mundo. Mantem também inúmeras outras formas de ajuda a quem precisa.

Membros dessa organização são os primeiros a chegar a lugares onde ocorrem grandes desastres naturais como furações, tsunamis, terremotos, deslizamentos de terra, enchentes etc. Chega com alimentos, remédios, suplementos médicos, água, roupas, agasalhos, enfim, tudo o que é necessário para o resgate e sobrevivência de pessoas.

A ajuda de toneladas de produtos chega aos locais necessários, por intermédio de caminhões, aviões, navios… e não só com alimentos, remédios e outros produtos, mas também com mão de obra de voluntários treinados para agir em qualquer situação, de emergência inclusive.

E o mais importante: toda doação e trabalho dos membros é gratuito, inspirado no puro amor ao próximo, como estabelecido como segundo grande mandamento de Deus.

Essa organização mundial é A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, instituição religiosa fundada em 1830, que trouxe ao mundo o Evangelho Restaurado por intermédio do Livro de Mórmon, como previsto na Bíblia Sagrada e que não mantêm clero remunerado em qualquer de suas milhares de unidades em todo o mundo.

Seus membros, Santos dos Últimos Dias (SUD), acreditam que uma das melhores formas de demonstrar amor aos outros é através do serviço. Inspirados por admoestações das Escrituras sobre amar e servir aos outros (Tiago 1:27; Alma 34:27-29) eles ajudam seus irmãos e irmãs necessitados, de muitas maneiras diferentes, independentemente de raça, religião ou origem étnica.

A igreja, que administra as instituições de Caridade SUD, não aceita e não recebe verba pública. Só recebe doações de seus membros para a aquisição de tudo o que precisa para abençoar a vida de pessoas com necessidades urgentes. No ano passado, 155 projetos em 50 países ajudaram pessoas em todo o mundo.

Em um ano normal, o Centro Humanitário dos Santos dos Últimos Dias envia aproximadamente 3.700 toneladas de sapatos e roupas, 300 mil kits de higiene e escolares e 12 mil mantas para esses mais de 50 países. Quando possível, suprimentos humanitários são adquiridos perto de onde são necessários. Além disso, no Centro Humanitário são oferecidos até 18 meses de treinamento de autossuficiência aos membros vulneráveis da comunidade, incluindo refugiados e imigrantes, para ajuda-los a se preparar para entrar no mercado de trabalho. Após a conclusão do treinamento, o Centro ajuda os estagiários a encontrar emprego.

MÃOS QUE AJUDAM – Muitos membros da igreja também servem a outros através do programa Mãos Que Ajudam. Facilmente identificáveis por seus coletes amarelos, os voluntários do programa proporcionam serviços à comunidade e assistência pós-desastres.

O objetivo do programa Mãos Que Ajudam não é fornecer bens ou fundos, mas trabalhadores de serviços gratuitos em momentos de necessidade. Em Campo Grande, por exemplo, eles já ajudaram na pintura e manutenção de escolas, praças etc.

CADEIRAS DE RODAS – Estudos revelam que mais de 20 milhões de pessoas com deficiência em todo o mundo precisam de cadeiras de rodas, mas não conseguem obtê-las.  A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, por intermédio de seus serviços humanitários, no ano passado forneceu cadeiras de rodas para 52.381 pessoas em 41 países, inclusive o Brasil.

Moradores de Campo Grande e de outras cidades de Mato Grosso do Sul também já foram beneficiados em anos anteriores com cadeiras de rodas doadas pela igreja.

ÁGUA POTÁVEL – Estudos também apontam que 1 bilhão de pessoas sofrem de sede e doenças porque não têm água potável. Serviços Humanitários da Igreja que opera o programa LDS Charities, constrói sisternas de água e saneamento e ensina as comunidades sobre higiene e manutenção do sistema, capacitando-as para atender às necessidades de água a longo prazo.

No ano passado, os Serviços Humanitários forneceram água potável para 316.790 pessoas em 26 países. Pessoas em 79 países e territórios receberam ajuda desde 2002. E 100% de cada centavo doado pelos membros da igreja é usado para ajudar os necessitados, independentemente de suas afiliações culturais ou religiosas.

CUIDADOS COM A VISÃO – As doações para o Fundo de Ajuda Humanitária apoiam o Programa Vision Care e outras iniciativas humanitárias aprovadas pelos líderes da igreja. Como 45 milhões de pessoas são cegas; outros milhões têm visão severamente limitada, médicos locais qualificados são treinados para diagnosticar e tratar problemas de visão.

A igreja, por intermédio das instituições de Caridade SUD que administra, fornece equipamentos e suprimentos para esses procedimentos em benefício da visão das pessoas.  No ano passado, por exemplo, foram prestados atendimentos oftalmológicos a 129.819 pessoas em 32 países. Mais de meio milhão de pessoas em 74 países e territórios receberam ajuda desde 2003.

CORONAVÍRUS –  A igreja também está na luta contra o coronavírus em todo o mundo. No Brasil, por exemplo ela já doou mais de 3 milhões de máscaras para comunidades carentes.

Além disso faz também a doação de um pacote de ajuda que inclui não só máscaras, mas também cilindros de oxigênio, aventais hospitalares para profissionais de saúde e itens de higiene.

Como se não bastasse, devido ao desemprego gerado no período de pandemia, a igreja também doou milhares de cestas básicas para a doação por entidades públicas e privadas. Recentemente, por exemplo, em parceria com o Programa Pátria Voluntário, do Governo Federal, a igreja enviou uma doação de 5 mil cestas básicas a famílias carentes de Manaus e Parintins, na região Norte do Brasil; 160 mil em São Paulo e 5 mil no Distrito Federal.

Em 1984, quando tomei conhecimento dessa política de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, de trabalho e amor ao próximo, me surpreendi, pois jamais soube de algo sequer parecido por qualquer outra instituição religiosa. E quando ganhei testemunho da veracidade do Livro de Mórmon e da restauração do Evangelho na Terra, não tive dúvida alguma que ela era tudo o que eu sempre procurei para meu fortalecimento espiritual. Não tenho dúvida de que essa igreja é, de fato, dirigida por Jesus Cristo.

2 thoughts on “Maior programa humanitário do mundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *