Igreja de Jesus Cristo produz máscaras e aventais em diversos países | COVID-19

Ao redor do mundo, 6 Fábricas de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, que trabalham com produção de roupas sagradas, estão trabalhando temporariamente na confecção de máscaras faciais e aventais para profissionais da área de saúde.

As fábricas da Beehive Clothing, localizadas no Brasil, Estados Unidos, Filipinas, México e Paraguai, mudaram sua rotina de confecção de roupas sagradas para a confecção de máscaras e aventais hospitalares, depois que o projeto foi aprovado pela Primeira Presidência da Igreja.

Peggy Cowherd, diretora de gerenciamento do Departamento de Gerenciamento de Materiais da Igreja disse que as seis fábricas têm em torno de mil funcionários.

“Estamos doando nosso tempo, nosso trabalho e nossa capacidade de costura por vários meses, mudando de costurar roupas sagradas para costurar aventais cirúrgicos e máscaras faciais reutilizáveis para a comunidade.”

Os aventais estão sendo feitos nas duas fábricas localizadas em Utah e as máscaras estão sendo produzidas pelas outras 4 fábricas da Beehive Clothing.

Na última segunda-feira, Cowherd disse que aproximadamente 50 mil aventais haviam sido confeccionados nas duas plantas em Utah, e por volta de 585 mil máscaras foram finalizadas nas plantas internacionais.

O Bispo Presidente Gérald Caussé e o Bispo Christopher Waddell seu segundo conselheiro no Bispado Presidente, visitaram a fábrica localizada em Salt Lake no dia 15 de maio.

“Para nós é bom ter a capacidade de servir a comunidade” disse o Bispo Caussé.

Cerca de 200 mil aventais cirúrgicos serão doados através da mão-de-obra dos funcionários da Beehive Clothing.

O projeto humanitário da Igreja, Latter-day Saint Charities comprou o material para 135 mil aventais, que serão doados para organizações e áreas com maior necessidade.

A Intermoutain Healthcare e a University of Utah Health ajudou na compra de tecido para fazer 65 mil aventais para o uso de equipes médicas locais.

O gerente de compras da Beehive Clothing, John Higginson falou sobre os milagres que aconteceram durante a compra da matéria prima.

“No início, só havia problemas. Então de repente, nós recebíamos uma ligação ou um e-mail dizendo, ‘temos algo disponível’”, ele disse.

Apesar das quatro fábricas internacionais estarem fechadas durante a pandemia, os governos locais permitiram que a Igreja reabrisse as plantas, para que as máscaras fossem confeccionadas para suas comunidades.

No Brasil, os planos são para que 600 mil máscaras sejam confeccionadas e mais 600 mil sejam cortadas para serem costuradas nas congregações locais.

O Paraguai está produzindo em torno de 300 mil máscaras. Nas Filipinas, estão sendo costuradas cerca de 400 mil máscaras. E no México, os planos são para que 200 mil máscaras sejam produzidas durante o projeto.

Izabel de Oliveira Silva Cunha, que é funcionária da Beehive Clothing no Brasil disse “Desde que me juntei a essa equipe, sinto que é um privilégio trabalhar na obra do Senhor. É gratificante saber que eu sirvo a Ele em meu trabalho.”

As seis fábricas têm previsão de funcionamento regular para julho, ou conforme as regulamentações dos governos locais.

Fonte: Church Newsroom

Relacionado:

A Igreja de Jesus Cristo doa 20 mil máscaras ao Ministério da Educação do Paraguai

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *