Élder Uchtdorf: “Não coloque uma máscara no seu coração”

Élder Dieter F. Uchtdorf, do Quórum dos Doze Apóstolos, escreveu um artigo publicado em inglês no site newsroom.churchofjesuschrist.org. Confira:

Durante esse período de incertezas por causa do COVID-19, Harriet e eu sentimos muita falta de estar pessoalmente com pessoas de todo o mundo. Para esse período do ano, tínhamos planejado estar com os santos dos últimos dias na Europa Oriental, mas nossa viagem teve que ser cancelada. Como muitos de nós temos que nos adaptar a diferentes circunstâncias, quero compartilhar com vocês algumas experiências que estão nos ajudando nesses tempos difíceis.

Distanciamento social x distanciamento físico

Desde o início da pandemia, geralmente ouvimos o termo “distanciamento social ” – implicando a ideia de que devemos manter uma certa distância das outras pessoas. Pessoalmente, prefiro o termo “ distanciamento físico ” ao invés de “ distanciamento social ” para se referir a essa prática.

Harriet e eu estamos confiantes de que o distanciamento físico ajuda a proteger a nós mesmos e aos outros dos perigos da pandemia, e tentamos fazer isso da melhor maneira possível.

Nesse período, aprendemos o quanto é importante e vital para o nosso bem-estar permanecer socialmente próximo da família, amigos e de nossos irmãos e irmãs da Igreja de Jesus Cristo.

Felizmente, existem muitas ferramentas tecnológicas e meios incríveis disponíveis nos dias de hoje para reduzir o distanciamento social, emocional e espiritual. Harriet e eu consideramos essas ferramentas como presentes oportunos do céu. Com a ajuda desses meios, podemos nos sentir muito próximos de nossos amigos e familiares. Por causa das ferramentas tecnológicas, podemos ver nossos filhos, netos e bisnetos com bastante frequência e participar de suas vidas diárias. Dessa forma, comemoramos aniversários, admiramos as brincadeiras, lemos histórias para dormir ou participamos de uma caminhada através de uma vídeo chamada. É sempre edificante ouvir suas experiências com o sacramento e ponderações dos ensinamentos do Vem, e Segue-Me.

Acima de tudo, somos muito gratos pelo dom e poder da oração. Através da oração, podemos estar espiritualmente e socialmente próximos do Pai Celestial, Seu Filho Jesus Cristo e de nossas famílias e amigos, onde quer que estejamos e quaisquer que sejam as circunstâncias.

Concentre-se no que você pode fazer, ao invés do que você não pode fazer

Nos últimos 20 anos, Harriet e eu tivemos experiências sobre o que significa estar fisicamente distanciado de nossos entes queridos. Quando meu chamado nos transferiu da Alemanha para Salt Lake City, esperávamos morar aqui por apenas alguns anos. Nos primeiros 10 anos, mantivemos nossa casa na Alemanha, na esperança de retornar à família e aos amigos um dia. Mas como você sabe, ainda estamos aqui, e vamos ficar aqui.

O evangelho, a Igreja de Jesus Cristo e o Senhor nos ajudaram a aprender que a distância física (8 mil quilômetros) não significa que devemos estar socialmente distantes um dos outros. Aprendemos a nos concentrar e aproveitar as coisas que poderíamos fazer e experimentar, e não tanto nas coisas que podemos perder.

Não coloque uma máscara em seu coração

Um contato social mais frequente com amigos e familiares nos ajuda a compartilhar mais de nossos pensamentos e esperanças. De alguma forma, esses tempos difíceis nos ajudaram a ser mais abertos sobre os sentimentos de nossa alma. Percebemos ainda mais claramente quão especial é não esconder ou mascarar os sentimentos de nossos corações daqueles que mais amamos.

Durante esses momentos especiais, Harriet e eu tentamos seguir nossa própria recomendação: colocar uma máscara no rosto, não no coração.

Quando leio seus comentários nas minhas páginas do Facebook, Instagram e Twitter, sinto a tristeza e o fardo com que muitos de vocês têm que conviver. E também posso sentir sua alegria e entusiasmo ao se concentrar nas muitas coisas boas que vocês podem fazer na vida. É incrível ver como vocês se ajudam e elevam uns ao outros por meio de palavras e ações. Vocês são um milagre e uma bênção para este mundo ao amar e servir a Deus e Seus filhos – nossos irmãos e irmãs.

Para momentos alegres ou tristes, o Pai Celestial nos deu uma promessa e uma bênção:

“Não temas, porque eu estou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça.” (Isaías 41:10).

Harriet e eu os amamos. Somos gratos por cada um de vocês. Que Deus o abençoe e os guarde durante esses momentos especiais e sempre.

Relacionado:

Élder Soares: “Se você quer proteção espiritual para o seu lar, guarde o Dia do Senhor”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *