FamilySearch: Permitida a documentação de relacionamentos familiares entre pessoas do mesmo sexo

O FamilySearch, um banco de dados de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias usado para documentar genealogia, anunciou que a ferramenta agora permite documentar relacionamentos familiares entre pessoas do mesmo sexo.

A mudança no registro da Árvore Genealógica não altera os ensinamentos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias sobre o casamento. Segundo o site Sala de Imprensa o selamento só é feito para casais heterosexuais.

A mudança foi anunciada em 2018 com um comunicado que dizia que o objetivo do FamilySearch.org é capturar uma genealogia precisa “que represente as famílias passadas, presentes e futuras em todo o mundo”.

O comunicado também dizia:

“Para apoiar esta meta, relacionamentos do mesmo sexo, incluindo pais do mesmo sexo e casais do mesmo sexo, serão fornecidos na Árvore Familiar do FamilySearch. Vários sistemas que trabalham em conjunto com a Árvore Familiar, como busca nos registros e na árvore, devem ser reformulados significativamente para incluir relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo antes que a Árvore Familiar consiga liberar esse recurso.”

Foram divulgadas uma lista de perguntas e respostas sobre a mudança:

Por que o FamilySearch está fazendo isso?

“A Árvore Familiar do FamilySearch destina-se a incentivar a exatidão genealógica com base nos registros de fontes originais. A Árvore Familiar permite que os usuários documentem todos os relacionamentos familiares, inclusive casamentos entre pessoas do mesmo sexo e adoção por pessoas do mesmo sexo.”

Essa é uma mudança na doutrina da Igreja?

“Não. O FamilySearch procura preservar digitalmente e fornecer acesso a registros genealógicos e históricos, e isso faz parte de seus esforços para documentar com precisão a família humana. A Igreja realiza ou sela casamentos somente entre pessoas do sexo oposto.”

Os casais do mesmo sexo podem ser selados um ao outro?

“Não. Em consonância com a doutrina da Igreja, os casais do mesmo sexo não são selados um ao outro, mesmo que tenham sido legalmente casados. Uma pessoa falecida que tenha vivido em um relacionamento conjugal com uma pessoa do mesmo sexo ou que tenha participado de um casamento entre pessoas do mesmo sexo pode receber todos os outros ritos religiosos disponíveis em um templo para o qual ele ou ela se qualifique.”

Para mais informações acesse saladeimprensamormon.org.br

Relacionado:

Se a Igreja não acredita em casamentos do mesmo sexo, por que a Family Search os reconhece?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *