7 Dicas para quem tem ansiedade e quer ir ao templo

A primeira vez que fui ao templo, vomitei. E na segunda e na terceira também. Um sentimento de pânico me dominou completamente quando aprendi que se você precisar levantar e sair, a sessão de investidura é interrompida e todos esperam até que você retorne.

Ironicamente, aquele pânico, foi o que me fez sair de uma sessão e ir direto ao toalete feminino em três diferentes ocasiões.

Pois é, tenho ansiedade. E algumas coisas, como o sentimento de estar presa em uma sala, me causa pânico. Minha mente diz que está tudo perfeitamente bem, mas meu corpo não escuta. Na maioria das vezes, quando meu corpo entra no modo ‘lute ou fuja,’ consigo escolher lutar. Mas em algumas circunstâncias – como naquelas primeiras vezes que fui ao templo – meu estômago me força a fugir.

Esse é somente um exemplo do que é ter ansiedade e ir ao templo. E como uma fiel Santa dos Últimos Dias, isso é frustrante!

Eu gostaria de amar o templo e sentir a paz que sei que outras pessoas sentem quando entram por aquelas portas. As pessoas falam sobre isso com carinho e alegria, o tempo todo, mas não é assim que me sinto.

Toda vez que alguém falou sobre as bênçãos do templo na reunião Sacramental ou na Sociedade de Socorro, eu imediatamente entrei na defensiva.

No entanto, tenho uma memória em particular, em que senti paz durante toda a minha experiência dentro do templo. Eu estava servindo na Missão Arkansas Bentonville, e toda a minha zona (incluindo outras zonas próximas) foi para Kansas City, no Missouri.

O templo havia sido reservado somente para a missão, então éramos os únicos que estavam lá, e pudemos fazer todas as ordenanças, desde batismo até selamentos e um único dia.

Quando penso nessa experiência, penso no que pode ter feito com que a minha ansiedade desaparecesse. Não posso dizer com certeza, mas lembro-me de olhar a sala de investidura cheia de pessoas que eu conhecia e amava e pensar, “É desse jeito que é o céu.”

Então, através daquela experiência (assim como as outras), formulei 7 dicas para ajudar pessoas com ansiedade a terem uma experiência mais positiva dentro do templo.

  1. Sente-se ao lado de fora

O exterior é tão consagrado quanto o interior do templo. Reserve um tempo para sentar nos jardins do templo e elevar os seus pensamentos e preocupações ao Senhor.

Às vezes, sentimos muita pressão ao ter que participar de uma sessão de investidura. Quando você se sente sobrecarregado, não há problema em aproveitar a Casa do Senhor do lado de fora, junto com suas lindas criações. Ele ainda ouvirá e abençoará você por seus esforços.

  1. Não há problemas em realizar batismos, mesmo se você já tem investidura

Só porque agora você pode participar de sessões de investidura, não significa que não possa fazer batismos. Se fazer batismos te deixa menos ansioso, sirva no batistério. No meu caso, batismos me lembram da minha época na Organização das Moças, quando eu ia em caravanas de jovens ao templo, com meus amigos.

Tenho doces memórias daquela época, então o batistério me deixa menos ansiosa. Se esse é o seu caso, tire vantagem disso! Não importa as ordenanças que fizer, você receberá todas as bênçãos prometidas do templo.

  1. Vá ao templo com pessoas amadas ou amigos

Descobri que quando vou ao templo com um amigo próximo, tenho mais facilidade em ter uma boa experiência do que se eu for com a minha ala. Se você tem ansiedade social, essa provavelmente é a melhor solução para você.

No entanto, algumas pessoas se sentem mais confortáveis em ir com um grande grupo de pessoas que conhece. Outros preferem ir sozinhos. Encontre o que é melhor para você, e utilize essa opção sempre que possível.

  1. Planejar é a chave

Meu maior gatilho para a ansiedade é perder tempo. Seja se for esperando em uma fila, ou se for ficar atrás de alguém que anda devagar, ou não poder ver um relógio, meu cérebro logo ativa o modo pânico.

Não estou dizendo que ir ao templo é uma perca de templo. Mas eu tenho a tendência de surtar se não planejo minha ida ao templo. Esse planejamento inclui um tempo amplo para me arrumar, depois esperar um pouco no templo e dirigir para casa.

Se eu tivesse que ir ao templo antes de trabalhar (ou entre qualquer outro evento planejado), eu ficaria muito estressada. Então, eu vou quando não tenho mais nada planejado durante a primeira ou a segunda metade do dia. Na verdade não preciso da metade de um dia, mas isso me deixa mais tranquila.

  1. Mude o seu estado mental de “esperando” para “descansando”

Novamente, esperar me deixa muito ansiosa, então o templo pode ser um lugar muito difícil para mim. Há tanto o que esperar, no vestuário, na capela, no final da sessão, etc. Algumas vezes está mais vazio do que outras, mas ainda assim iremos esperar em algum momento, durante a nossa visita ao templo.

Quando estou relaxando (perdendo tempo) em meu apartamento, não me sinto ansiosa, então qual é a pegadinha? Para mim, existe uma diferença entre descansar e ter que ficar sem ter vontade.

E podemos aplicar isso ao esperarmos no templo. Tente se concentrar em descansar a sua mente e seu corpo ao invés se concentrar em ter que esperar.

  1. O propósito é o que mais importa

Quando vou ao templo com um propósito, tenho uma chance maior de que a ansiedade não se instale. Fazer ordenanças pelos nossos ancestrais que já faleceram é um propósito, mas buscar respostas para perguntas que estão me incomodando, tende a ser mais motivador.

Encontre qual propósito mais te encoraja, e concentre nele.

  1. Seja paciente e peça ajuda

Resgatar

Não estou falando de ajuda profissional, apesar de que em alguns casos, isso possa trazer um grande benefício.) Estou falando de buscar ajuda de Deus (que, tecnicamente, é O profissional.)

Ele quer que você ame a casa Dele se sinta em casa. Reconheça seus limites, mas esforce-se para melhorar. Seja paciente consigo mesmo e confie Nele.

Fonte: ThirdHour

Relacionado:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *