A fórmula do Rei Benjamin

Eu amo ler o livro de Mórmon. É lâmpada para os meus pés e maná para a minha alma.

Hoje, comecei a ler novamente o livro de Mosias. O capítulo um, fala sobre o Rei Benjamin, um rei justo que trabalhou diligentemente com muitos profetas para pregar e ensinar a palavra de Deus entre o povo e então, estabelecer a paz por toda a terra.

Já li esse capítulo diversas vezes e sempre sou me surpreendo com a fórmula de felicidade e prosperidade que o Rei Benjamin ensinou aos seus filhos, nos versículos 2-7 de Mosias 1. Que fórmula é essa e como podemos aplica-la em nossas vidas?

vida bagunçada em santa

Passo 1: Aprender a ler para podermos estudar

O primeiro passo da fórmula é aprender a ler e ter um sólido conhecimento de nossa língua nativa, seja ela qual for. Por que? Para que possamos nos tornar homens e mulheres de entendimento, em particular entendimento espiritual.

A habilidade de ler, destranca a porta para a educação temporal e espiritual. Para ter a capacidade de estudar e aprender de documentos religiosos, especialmente as escrituras, precisamos ter a capacidade de ler, estudar e ponderar.

Somente então poderemos começar, como o Rei Benjamin ensinou seus filhos, a conhecer as profecias dadas pelo Senhor para Seus santos profetas, e também entender que estas profecias são dadas através do espírito de revelação.

diminuir o ritmo

Passo 2: Valorizar as escrituras e saber que elas são verdadeiras

O Segundo passo dessa formula é aprender a apreciar o valor das escrituras e saber que elas são verdadeiras.

O Rei Benjamin oferece um solene lembrete a seus filhos de que se não fossem pelas placas de latão, Leí nunca teria se lembrado de todas as revelações e ensinamentos dos santos profetas.

Elas ajudaram os nefitas a ensinar seus filhos a palavra de Deus, então eles puderam se tornar homens e mulheres firmes na fé em Deus.

Através das escrituras, os nefitas aprenderam a entender os mistérios de Deus e de Seus santos mandamentos. Então, eles puderam guardar os mandamentos e ensinar seus filhos a fazer o mesmo.

Os nefitas sabiam que ao guardar os mandamentos, eles e seus filhos poderiam evitar o horrível estado de apostasia no qual os lamanitas viviam naquela época.

Então, o Rei Benjamin testifica que as escrituras são verdadeiras e que os nefitas podem saber desta verdade por si mesmos porque eles as podem ver.

Como o Rei Benjamin ensinou seus filhos, também devemos apreciar e valorizar as escrituras e saber que são verdadeiras. Devemos estimar suas palavras sagradas, estuda-las e ensina-las para nossos filhos.

Naquela época elas eram muito importantes e são absolutamente vitais agora. Que sempre possamos nos lembrar de Alma 31:5:

“Ora, como a pregação da palavra exercia uma grande influência sobre o povo, levando-o a praticar o que era justo — sim, surtia um efeito mais poderoso sobre a mente do povo do que a espada ou qualquer outra coisa que lhe houvesse acontecido — Alma, portanto, pensou que seria aconselhável pôr à prova a virtude da palavra de Deus.”

Como podemos pregar e ensinar a palavra de Deus se não a valorizamos ou a entesouramos? Em nossos dias, o Senhor falou através do profeta Joseph Smith para nos dar o segundo conselho registrado em Doutrina E Convênios 84:85:

“… entesourai sempre em vossa mente as palavras de vida e na hora precisa vos será dada a porção que será concedida a cada homem.”

Se desejamos ajudar os nossos filhos assim como o Rei Benjamin e os nefitas ajudaram seus filhos, devemos dar valor ao que temos, e nos tornamos homens e mulheres de entendimento.

Nó podemos e devemos buscar esse entendimento ao estudarmos e buscarmos as escrituras diligentemente e orar para que o Senhor nos ajude a entende-las e a saber que são verdadeiras.

Através da nossa fé, podemos, assim como prometido por Morôni, saber a verdade de todas as coisas pelo poder do Espírito Santo.

Então, poderemos ensinar aos nossos filhos, a verdade e abençoar e proteger verdadeiramente suas vidas e nossa amada posteridade.

eu e minha casa serviremos ao Senhor

Passo 3: Guardar os mandamentos e prosperar na terra

O terceiro passo da formula é guardar os mandamentos de Deus assim como se encontram nas escrituras e através das palavras dos santos profetas.

O Rei Benjamin incitou seus filhos a buscar as santas escrituras diligentemente para que eles tivessem lucro.

Como eles lucrariam? Eles conheceriam e entenderiam os mandamentos de Deus e saberiam que deveriam guarda-los e, através desse conhecimento, eles prosperariam na terra.

Se queremos abençoar nossos filhos da mesma maneira, devemos seguir o exemplo do Rei Benjamin. Demos incitar nossos filhos a buscar as escrituras diligentemente e a guardar os mandamentos para que prosperem.

Ao aprendermos a ler e ao estudarmos, poderemos valorizar e conhecer a verdade das escrituras, guardar os mandamentos, e prosperar na terra.

O que significa prosperar? Significa ser abençoado tanto temporalmente quando espiritualmente em todas as coisas que fazemos.

Significa ter paz em nossa mente, independente dos desafios que enfrentarmos, que serão consideráveis, levando em conta a época em que vivemos.

Significa ter forças para perseverar bem durante qualquer provação que entre em nosso caminho. Significa ter fé, esperança e coragem. Significa ter os recursos necessários para cuidar de nós mesmos e de nossas famílias.

Significa ter o Espírito Santo para nos guiar nos caminhos da sabedoria.

Quão abençoados somos por ter as maravilhosas escrituras, especialmente o Livro de Mórmon com a grande quantidade de lições de vida aplicáveis que contem nele.

Quão maravilhosa é a oportunidade de viver em uma terra onde temos tantas oportunidades maravilhosas de educação, tanto espiritual quanto temporal, que nos dá o poder de seguir a fórmula do Rei Benjamin, se assim escolhermos.

Que todos nós sejamos sábios o suficiente para segui-lo, essa é a minha humilde oração.

Fonte: LDSBlogs

Relacionado:

6 maneiras de aplicar a Conferência Geral em nossa vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *