Élder Cook diz que o estudo no lar no domingo deve ser “uma alegria e um deleite”

“Viver e ler a palavra de Deus edificará a fé no Pai Celestial e em Seu plano de salvação, no Salvador Jesus Cristo e em Sua Expiação.” —  A Primeira Presidência

Quase três meses após Presidente Russell M. Nelson anunciar um “novo equilíbrio entre a conexão e a instrução do evangelho no lar e na Igreja” em 6 de outubro, os santos dos últimos dias estão se preparando para implementar as mudanças.

O “plano centrado no lar e apoiado pela Igreja” exige um ajustamento ao Calendário de reuniões dominicais no início de janeiro e oferece a oportunidade para as famílias e os indivíduos de estudar o evangelho em casa de uma maneira nova.

As mudanças são destinadas a ajudar os membros a aumentar a fé e a espiritualidade e aprofundar a conversão, disse Élder Quentin L. Cook do Quórum dos Doze Apóstolos e presidente do Conselho Executivo do sacerdócio e da família da Igreja.

Os líderes da Igreja esperam que os membros façam o seu melhor para ensinar e aprender o evangelho durante um ano em que a Igreja está estudando a vida e o Ministério do Salvador no Novo Testamento durante a Escola Dominical, disse o Élder Cook.

Ele recomenda que os membros da Igreja passem algum tempo como “Vem, e Segue-Me indivíduos e famílias”. Se eles olharem em espírito de oração o manual e outros recursos, então eles serão capazes de ver como podem usá-los de uma maneira que é “melhor para a sua situação individual e familiar”, disse ele.

Eles devem fazer do momento que é dado para o estudo em casa “uma alegria e um deleite”, aconselhou Elder Cook.

Não há razão para as famílias precisarem permanecer com as roupas de domingo, disse o Élder Cook. “Seria maravilhoso cantar hinos de louvor? Sim. Seria maravilhoso cantar outras músicas ou participar de outras atividades agradáveis ou edificantes? Sim, eu sei.

O sentimento mais forte é que não devemos regular as famílias ou os indivíduos ou determinar o que eles devem fazer”, disse ele.

O Presidente Nelson prometeu aos santos dos últimos dias durante a conferência geral que os inspirados “ajustes organizacionais — e tempo extra para estudar o evangelho no lar — fortalecerão nossos membros e suas famílias”.

Em uma carta datada de 29 de junho, a Primeira Presidência anunciou os recursos para apoiar o “Vem, e Segue-Me” para apoiar o estudo pessoal e familiar das escrituras.

“Viver e ler a palavra de Deus edificará fé no Pai Celestial e em Seu plano de salvação e no Salvador Jesus Cristo e em Sua expiação”, escreveu a primeira Presidência na carta.

O Élder Cook disse que espera que os membros da Igreja façam um esforço considerável para implementar e ensinar o “Vem, e Segue-Me” em seus lares e recebam as bênçãos prometidas.

Justin Allen lê para a filha, Emilia Allen, em casa em Renton, Washington, na sexta-feira, 14 de setembro de 2018.
Foto por Kristin Murphy, Deseret News.

Ben, Tom, Daniel e Emilia Allen jogando o jogo da  memória em casa em Renton, Washington, na sexta-feira, 14 de setembro de 2018.
Foto por Kristin Murphy, Deseret News.

Fonte: ChurchNews

Relacionado: 

6 coisas que você precisa saber sobre o novo formato das reuniões de domingo

Um comentário em “Élder Cook diz que o estudo no lar no domingo deve ser “uma alegria e um deleite”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *