Não há uma maneira correta de fazer a coisa errada

Na sessão da manhã de Sábado, da 189ª conferência geral tivemos o privilégio de ouvir a irmã Becky Craven. Ela serve atualmente como segunda conselheira na presidência geral das moças. Seu discurso foi muito comentado no mundo todo! Em diferentes idiomas era possível ler citações desse discurso, foi mesmo incrível!

Seu discurso nos lembrou de que “o mundo está cheio de distrações que podem enganar até mesmo os eleitos”. É preciso então muito cuidado com os caminhos que estamos trilhando e as vozes que estamos ouvindo.

Com uma imagem, fomos lembrados da visão de Leí, da árvore da vida. E fomos advertidos a termos cuidado, porque “podemos nos afogar nas profundezas do rio imundo”.  Não devemos nos enganar com as coisas que o mundo fortemente tenta nos convencer. Precisamos decidir por um estilo de vida cuidadoso, pois, “viver descuidadamente pode fazer com que nos distanciemos do caminho do convênio”.

O livro “Para o Vigor da Juventude” foi mencionado em seu discurso. Ele não deve ser um material de uso somente dos jovens, ele é para todos! Ali encontramos recomendações de como devemos viver, afinal, “não devemos rebaixar nossos padrões para sermos aceitos”.

No entanto, não estamos em posição de julgar. A recomendação da irmã Craven é “não critiquem outras pessoas”.

Relembrados fomos de que somos um povo diferente. Um povo que vive padrões elevados: “Como povo do convênio não estamos destinados a nos misturar com o resto do mundo”. Essa frase está em pleno acordo com a verdade de que estamos no mundo, mas não somos do mundo.

Aprendemos a verdade dura, mas preciosa de que “não há uma maneira correta de fazer a coisa errada”. Com essa simples citação, reforçamos aquilo que já sabemos: não devemos tentar justificar nossos erros e pecados. O errado será sempre errado mesmo que muitos façam e o certo será sempre certo, mesmo que poucos o façam, não é mesmo?

Relacionado:

Presidente Nelson faz 4 convites aos homens da Igreja

The post Não há uma maneira correta de fazer a coisa errada appeared first on maisfe.org.

Um comentário em “Não há uma maneira correta de fazer a coisa errada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *