O que fazer quando um líder é rude conosco

Eu escrevi em outro artigo sobre como eu lutei contra a depressão durante minha missão de tempo integral.

Depois de várias transferências, meu presidente de missão me colocou em contato com uma Autoridade Geral (não era um membro dos Doze).

Lembro-me de ter falado com ele, abrindo o meu coração, e contando como eu não entendia a razão de eu odiar a missão, mesmo tendo desejo de servir durante toda a minha vida. Mas a resposta dele não era a que eu precisava.

Por favor, não me entenda mal. Este homem – um homem com um chamado sagrado, mas ainda um homem imperfeito! – era um bom homem que estava tentando fazer seu melhor. Ele não me corrigiu ou disse qualquer coisa intencionalmente prejudicial, mas sua resposta foi algo como: “Bem, os pioneiros tiveram que fazer coisas que não queriam fazer, então você precisa se esforçar”.

Este conselho teria funcionado bem para outra pessoa. Eu não precisava de um ajuste de atitude. Eu precisava de ajuda clínica. E para mim foi devastador. Saí dessa conversa muito pior do que quando entrei.

Eu me lembro de me sentir tão chocada. Eu sinceramente achava que esse homem teria a solução para todos os meus problemas; que ele seria capaz de invocar Deus e fazer algum tipo de milagre, me curando da minha depressão. Mas, em vez disso, me senti ainda mais desanimada! Como alguém que tinham um chamado como Autoridade Geral podia dizer algo que me fez sentir assim?

Levei algum tempo para perceber isso, mas percebi que só porque alguém tem um chamado que você respeita isso não os torna perfeitos. Tenho certeza que esse homem estava tentando o seu melhor para me ajudar, mas não sabia como fazê-lo. E apesar das boas intenções dos líderes, eles ainda são seres humanos que são capazes de cometer erros, e isso não deve abalar sua fé.

Aprendendo a Perdoar

Um amigo meu compartilhou comigo uma história sobre quando ele, algumas décadas atrás, foi conversar com o bispo. Em vez de mostrar amor a este jovem vulnerável, o bispo disse-lhe que se ele não mudasse seus sentimentos ele poderia se tornar semelhante a um assassino em série em particular.

Depois que alguém diz algo assim, como você pode perdoá-lo? Como não deixar a fé ser afetada?

Felizmente, por causa do evangelho de Jesus Cristo e Sua Expiação, podemos perdoar e nossa fé pode ser restaurada.

Esse mesmo amigo escreveu:

“Essa foi uma experiência traumática para mim. Não houve oração para convidar o espírito. Não houve uma demonstração de amor, conforto, ou encorajamento. A única pessoa que eu achava que podia compartilhar os meus problemas acabou não apenas ajudando-me a perder a confiança nele, mas também no sacerdócio. Eu sabia que o que ele disse não era verdade. Eu sabia que não podia fazer as coisas que aquele horrível assassino fez. E, no entanto, a partir daquele momento, ganhei a sensação de que eu era mau, sem esperança real de salvação.

Nos corredores da Igreja, eu fazia contato visual com o bispo e ele me cumprimentava,  eu respondia com entusiasmo, embora as coisas nunca estivessem bem.

Foi um momento muito decisivo para a minha vida, mas optei por ignorar o máximo possível. Perdi a confiança no sacerdócio. Não busquei mais oportunidades para encontrar meus líderes do sacerdócio para superar meu comportamento. Eu saí em uma missão mesmo estando indigno e depois de três meses, tentei ir para casa depois de confessar para meu presidente de missão.

Meu presidente de missão me ajudou a restaurar minha fé no sacerdócio através do amor e bondade que ele me mostrou e pelo apoio que ele me deu.

Somente depois de eu ter passado pelo processo de arrependimento eu aprendi a perdoar aquele bispo. Eu tive que realmente aprender a doutrina de Cristo e sua aplicação para aprender a perdoar. Eu tive que aprender que a maior parte de ser perdoado era perdoar os outros e a mim mesmo. Aprendi que a maior parte da doutrina de Cristo era aprender a ouvir e obedecer aos sussurros do Espírito, e guardar aqueles mandamentos pessoais que o Senhor tem para mim todos os dias.

Finalmente consegui perdoar esse homem quando tive a oportunidade de perdoar pessoalmente outro portador do sacerdócio, a quem passei oito anos detestando. Nessa conversa face a face, eu expressei o quanto ele me machucou com alguns de seus conselhos equivocados e então, em vez de dizer a ele que o perdoei, perguntei se ele me perdoaria por ter ficado tanto tempo sentindo raiva e desprezo. Eu precisava encontrar cura neste momento e encontrei a oportunidade de me arrepender.

Eu pensei em escrever uma carta para meu ex-bispo, ou ligar para ele, mas me perguntava se isso causaria mais mal do que bem. Embora tenha encontrado cura, não acho que seria benéfico lembrá-lo de algo que aconteceu há duas décadas. Ele não é mais um vilão. Esse homem era um antagonista na minha história há anos, só porque eu continuava a descreve-lo como tal. Mas se não tivéssemos esses antagonistas, como poderíamos apreciar e amar o Grande Protagonista de nossa história? Por causa de momentos como esses, busquei oportunidades mais profundas e mais íntimas de vir a Cristo para encontrar repouso, e hoje sou feliz, espiritualmente saudável e tenho amor e devoção ao evangelho de Jesus Cristo por meio de sua Igreja Restaurada. Por causa desse homem, passei minha vida estudando as escrituras em busca de respostas e aprendendo a doutrina de Cristo. “

pai celestial

Todos erram

Não há dúvidas de que o que esse bispo disse era inapropriado – mas isso não o torna uma pessoa horrível. Isso significa que ele provavelmente era um homem bom que infelizmente cometeu um erro.

Uma dos meus discursos favoritos é “O Bálsamo Restaurador do Perdão“, de Kevin R. Duncan. Nele, ele disse:

“Certamente aqueles que são menos maduros espiritualmente podem realmente cometer erros graves; mesmo assim, nenhum de nós deve ser definido apenas pelas piores coisas que já fez. Deus é o juiz perfeito. Ele vê além da superfície. Ele conhece a todos e tudo vê (ver 2 Néfi 2:24). Ele disse: “Eu, o Senhor, perdoarei a quem desejo perdoar, mas de vós é exigido que perdoeis a todos os homens” (D&C 64:10).”

Fiquei impressionada com a obediência que meu amigo teve ao mandamento do Senhor de perdoar. Ele foi capaz de perdoar este bispo que disse algo horrível para ele, e reconhecer que este homem, apesar de estar em uma posição de liderança, era um ser humano imperfeito que não deveria ser definido por algo doloroso que ele disse há quase duas décadas.

Como meu amigo disse, por causa dessa experiência negativa com seu bispo, ele teve que buscar experiências mais profundas e mais íntimas com o Salvador. Isso não faz o que aquele bispo seja justificado por ter dito aquilo, mas significa que o Senhor pode pegar experiências ruins e usá-las para nos transformar em pessoas mais amorosas e compassivas.

Todos e cada um de nós é falho. Todos nós cometemos erros, mesmo aqueles em posições de liderança. Mas se entendermos que somos todos imperfeitos, até mesmo essas experiências negativas podem ser usadas para o nosso bem e podem fortalecer nossa fé nos poderes de cura da Expiação.

Em seu discurso “Venham, Juntem-se a Nós”, o Élder Dieter F. Uchtdorf explicou:

“E para ser perfeitamente honesto, houve ocasiões em que membros ou líderes da Igreja simplesmente cometeram erros. Talvez tenha havido algo que foi dito ou feito e que não estava em harmonia com nossos valores, princípios, ou nossa doutrina.

Suponho que a Igreja seria perfeita somente se nela só houvesse pessoas perfeitas. Deus é perfeito, e Sua doutrina é pura. Mas ele trabalha por nosso intermédio — Seus filhos imperfeitos — e as pessoas imperfeitas cometem erros.

Na página de rosto do Livro de Mórmon, lemos: ‘E agora, se há falhas, são erros dos homens; não condeneis portanto as coisas de Deus, para que sejais declarados sem mancha no tribunal de Cristo’.

Esse é o modo como sempre foi e como sempre será até o dia perfeito em que o próprio Cristo reinará pessoalmente na Terra.

É triste que alguns tenham tropeçado por causa dos erros cometidos pelos homens. Mas a despeito disso, a verdade eterna do evangelho restaurado encontrado n’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias não foi maculada, diminuída ou destruída.”

Cristo é perfeito. Seu evangelho é perfeito. Mas nós não somos perfeitos.

Se alguém te magoou, a cura é possível através do Salvador, o dono dessa Igreja. Através Dele, podemos encontrar paz, alegria, amor e perdão. Até mesmo nossos dias e momentos mais sombrios de dúvida podem ser iluminados por Sua luz.

Fonte: Third Hour

Relacionado:

Citações que ajudarão você a encontrar o caminho para o perdão

The post O que fazer quando um líder é rude conosco appeared first on maisfe.org.

2 comentários em “O que fazer quando um líder é rude conosco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *