Vem e Segue-me – lição 25 – “Está consumado” – Mt 25, Mc 15, Lc 23, Jo 19

Para apoiar o novo programa de aprendizado da Igreja – “Vem, e Segue-me” – estamos publicando semanalmente comentários sobre a lição designada. Neste ano somos convidados a estudar o Novo Testamento. Na lição de hoje vamos estudar sobre a Crucificação.

Leia a lição aqui

Na lição desta semana estudamos o julgamento injusto e a crucificação do Senhor. As sete frases que Cristo profere enquanto está na cruz revelam seus atributos divinos e o grande amor que Ele tem por nós.

As terríveis dores que Ele sofreu culminaram numa solidão absoluta. O Elder Jeffrey R. Holland explicou:

“Com toda a convicção de minha alma testifico que (…) o Pai perfeito não abandonou Seu Filho naquela hora. (…) No entanto, para que o supremo sacrifício de Seu Filho fosse tão completo quanto foi voluntário e solitário, o Pai retirou de Jesus, por um breve momento, o conforto de Seu Espírito, o apoio de Sua presença pessoal. (…) Para que Sua Expiação fosse infinita e eterna, Ele teve de sentir como era sofrer não somente a morte física, mas também a espiritual, sentir como era ter seu Espírito divino retirado, deixando-O numa solidão total, abjeta e desesperadora” (“Não havia ninguém com Ele”, A Liahona, maio de 2009, pp. 87–88).

Apesar de tão intenso sofrimento, ele ainda demostrou grande amor, perdoando, confortando sua mãe e discipulos e ajudando um ladrão a ter esperança de novas oportunidades após a morte.

Comento mais sobre essa lição no vídeo a seguir:

Um comentário em “Vem e Segue-me – lição 25 – “Está consumado” – Mt 25, Mc 15, Lc 23, Jo 19

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *