Você ora para se livrar da tentação?

Vencer a tentação poderia ser comparado à fome: você acaba com ela em uma hora, mas ela voltará! A fome e a tentação, são coisas que sempre temos, mas sempre precisamos acabar com elas! É preciso ações diárias e muitas vezes, constantes.

A escritura de Mateus 26:41 diz que devemos vigiar e orar. E Doutrina e Convênios, seção 10 versículo 5 diz: “Ora sempre, para que saias vencedor; sim, para que venças Satanás e escapes das mãos dos servos de Satanás, que apoiam o trabalho dele.” Então, por aqui aprendemos – se queremos sair vencedores, devemos orar!

E sair vencedores de que? Precisamos sair vencedores da tentação! A tentação, nos cerca de todos os lados. Está em lugares e em coisas que menos esperamos. É preciso estar sempre digno ter a companhia do Espírito, para que ele possa nos ajudar conduzir nossas ações e claro, nossos pensamentos!

As escrituras são muito claras ao declarar que o pecado também pode se manifestar, por meio daquilo que pensamos! Lembram-se da escritura de Mateus 5:28?

“Eu vos digo, porém, que qualquer que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.”

avô

Talvez, não coloquemos em prática, no mundo real, nossos pensamentos, mas se pensamos, nós também estamos pecando. É preciso reavaliar de tempos em tempos, a qualidade dos nossos pensamentos também e se eles nos levam a tentação e ao pecado precisamos mudar.

Aliás, quaisquer coisas, situações e/ou pessoas que nos levam a pecar, devemos imediatamente nos afastar, é o que aprendemos em Mateus 18:8-9:

“Portanto, se a tua mão ou o teu pé te escandalizar, corta-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida coxo, ou aleijado, do que, tendo duas mãos ou dois pés, ser lançado no fogo eterno. E se o teu olho te escandalizar, arranca-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida com um só olho, do que, tendo dois olhos, ser lançado no fogo do inferno.”

Vencer a tentação não é mesmo fácil. Se o fosse, muitos o fariam! No entanto, parafraseando a frase de G.K. Chesterton, “o certo é certo por mais que poucos o façam e o errado é errado, por mais que muitos façam.”

Pio XII já dizia: “Por isso, há pessoas que, nestes assuntos, se convencem de que é falso ou duvidoso aquilo com que não querem concordar.”

Precisamos concordar que a tentação deve ser vencida dia após dias em nossas vidas. E se assim o fizermos, chegará um momento, em que teremos passado por uma vigorosa mudança. Sim, uma “vigorosa mudança, de modo que não temos mais disposição para praticar o mal, mas, sim, de fazer o bem continuamente.” (Mosias 5:2)

agressor

Somos constantemente admoestamos a não camuflar ou ainda tentar justificar nossos pecados. A tentação deve ser combatida e vencida e não, fingir que não a vemos. “não se ponha o sol sobre a vossa ira. Não deis lugar ao diabo”, diz-nos Paulo em sua carta aos efésios, capítulo 4 versículo 26.

A oração é uma via de mão dupla entre nós e o Pai Celestial. Ao orarmos a Ele, pedindo que Ele nos ajude a vencer a tentação, estaremos fazendo o melhor que podemos no que tange a vencer o mal. Confiamos Nele e a Ele oramos. A oração conhecida como o Pai Nosso, diz exatamente isso: “E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal” (versículo 13 do capítulo 6 de Mateus). Ele pode nos ajudar a vencer a tentação, se orarmos a Ele.

Assim como a tentação pode surgir a qualquer momento, a qualquer momento podemos orar.

Não é preciso estar de joelhos, ou com roupas no padrão de Domingo. Podemos estar em nosso local de trabalho ou em um transporte público. Podemos nos conectar a Ele e suplicarmos em oração, que nos ajude.

Venham como estão, é o convite do Pai Celestial. Não importa como estamos, o que fizemos ou que pensamos. Se orarmos a Ele, poderemos receber a força necessária para vencer a tentação e o mal.

Relacionado:

O que Satanás faz quando ele não consegue fazer você pecar

The post Você ora para se livrar da tentação? appeared first on maisfe.org.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *