3 Maneiras espirituais de fortificar nossos lares

A batalha entre o bem e o mal tem feito parte de muitas histórias ao longo do tempo. Até mesmo a história mais velha já contada gira em torno do conflito entre a luz e a escuridão.

A guerra nos céus foi travada entre os princípios da liberdade e da escravidão, entre o arbítrio e a coerção, entre a caridade e cobiça.

Quando se trata do bem-estar da humanidade, o confronto entre os desejos de Jesus Cristo e Lúcifer, nunca foi tão aparente quanto no mundo atual.

A pressão é ainda mais forte dentro da família. Por mais que trabalhemos para manter nossa família segura contra os ataques do adversário, parece que Satanás trabalha duas vezes mais. Ele quer conquistar almas solitárias ao afastá-las da proteção do relacionamento familiar.

Ele age desta maneira por saber que não pode vencer. O melhor que ele pode fazer é compartilhar sua miséria e aflição, com indivíduos desafortunados que caem em suas armadilhas.

A linha de batalha já foi delineada. Então, como podemos permanecer do lado vencedor e ter a nossa família ao nosso lado?

Disposição para obedecer a Deus

O mais seguro a se fazer é confiar Naquele que entende tudo desde o início ao fim. Somos consolados ao saber que Cristo busca a eterna alegria de todos nós. Os mandamentos que o Salvador nos dá são, na verdade, instruções de segurança e felicidade.

Se oferecermos nossa vontade e nos submetermos ao nosso onisciente e onipresente Pai Celestial, Ele poderá nos guiar por todo o caminho. Ao agirmos desta maneira, não corremos risco de percorrer por caminhos perigosos.

Tudo o que precisamos fazer é seguir o caminho que o Salvador traçou para nós. Se marido e mulher, pais e filhos, confiarem completamente no plano que um amoroso Pai Celestial criou para Seus filhos, permaneceremos seguros.

Integridade em tudo o que fizer

Outra maneira de evitar ser um dano colateral na guerra do adversário, é instilar em nosso ser o valor da integridade.

A integridade vai muito além de sua definição popular. Uma pessoa integra é popularmente conhecida como uma pessoa honesta em tudo o que faz. Porém, a integridade é mais do que isso. Ela se aprofunda no “porquê” de tudo o que fazemos.

O motivo constrói ou destrói cada ato. Não importa o quão bom é o ato, se é baseado em egoísmo ou desejos ruins, não é contado como algo justo.

Nosso relacionamento como família é fortemente dependente do que está dentro de nosso coração. Muitos pais dizem aos filhos, “Só queremos o melhor para você”.

Porém, realmente baseamos nossas opiniões e conselhos no que é melhor para nossos filhos? Ou fazemos por gratificação pessoal? São em momentos como este que precisamos rever nossos motivos, examinar nossos desejos reais e perguntar a nós mesmos o “porquê” de tudo o que fazemos.

A confiança crescerá e se tornará mais forte em cada membro da família e todos aprenderão a ter fé na humanidade, assim como a ter precaução quando necessário.

A proteção começa dentro do lar

Podemos construir muros altos ou instalar sistemas de segurança em nossas casas, para prevenir perigos físicos de invadir nossos lares. Podemos até tornar nossas casas a prova de fogo, terremotos ou nos preparamos de todas as maneiras para desastres naturais que o dinheiro pode comprar.

Esse tipo de preparação é bom, mas não é o suficiente. Se queremos proteger nossas famílias dos perigos do mundo, podemos começar a fazê-lo a partir de dentro de nossos lares.

Há ameaças mais perigosas do que ladrões e calamidades. Essas ameaças são frequentemente sutis e às vezes parecem inofensivas, mas os efeitos podem ser devastadores.

A pornografia, o engano, o vício, o abuso e outros perigos ameaçadores, podem ser acessados ​​pela internet e por qualquer outra mídia a que nos expomos. Se queremos proteger nossa família desses perigos, precisamos aprender e ensinar princípios corretos.

Desta maneira, equipamos nós mesmos e nossos filhos com a coragem moral necessária para combater tais ameaças, quando somos confrontados por elas.

Mesmo quando ninguém estiver olhando, seremos capazes de escolher o que é certo e evitar a dor e o arrependimento. Precisamos reforçar esse tipo de proteção, porque não podemos estar com nossa família o tempo todo.

Sim, podemos ajudar e orar pelos membros de nossa família quando eles estão passando por situações difíceis, mas se fortificamos nossa família cedo, podemos nos poupar de muitas lágrimas e dores.

Se tempos difíceis vierem, e eles com certeza virão, saberemos o que fazer e em quem confiar. Ao lutarmos para proteger o que é sagrado e de grande valor, estaremos na linha de frente da batalha entre o bem e o mal. Teremos ajuda dos céus e ao darmos no nosso melhor e trabalharmos junto ao Pai Celestial para levar efeito a Sua obra e Sua glória.

As famílias são fortalecidas não pela estrutura de suas casas, mas por aquilo que cultivam em seus corações.

Fonte: Faith Ph

Relacionado:

Como os maiores problemas de nossa sociedade podem ser resolvidos

The post 3 Maneiras espirituais de fortificar nossos lares appeared first on maisfe.org.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *