Perguntas e Repostas: Como posso vencer meu medo de falar com o bispo?

Pergunta

Há um ano, estive em um relacionamento que me fez parar de ir à Igreja. Quebrei a lei da castidade. Terminei esse relacionamento alguns meses depois e, desde então, mudei a minha vida. Orei e pedi perdão e sinto que fui perdoada. Sei que preciso falar com o bispo, mas tenho medo do que vai acontecer (ser desassociada da Igreja, etc.). Quero mais do que tudo ser digna de entrar no templo novamente, mas não consigo vencer os meus medos.

Resposta

Em primeiro lugar, quero elogiá-la por nos enviar uma pergunta. Você deve ter tido muita coragem e estou orgulhoso de você. Por falar em orgulho, estou ainda mais orgulhoso porque percebeu que o seu relacionamento anterior não era a melhor opção, espiritualmente falando, e por ter terminado tudo.

Nossos relacionamentos devem ser agradáveis à vista de nosso Pai Celestial e se eles nos levam à tentação, devemos fazer o nosso melhor para mudá-los ou terminá-los. Tentações, é claro, podem assumir várias formas. Alguns de nós são tentados por questões sexuais, alguns podem ser tentados a beber álcool, roubar alguém ou assistir mídia inapropriada.

Elder C. Scott Grow pode responder à sua pergunta muito melhor do que eu. Quando lhe perguntaram se um bispo nos condena ou nos admoesta, ele disse:

“Prometo que ele não vai condená-lo. Como servo do Senhor, ele será bondoso e compreensivo ao ouvi-lo. E depois vai ajudá-lo no processo do arrependimento. Ele é o mensageiro da misericórdia do Senhor para ajudá-lo a tornar-se limpo por meio da Expiação de Jesus Cristo.” 

Essas palavras me trazem grande conforto. O bispo está lá para ajudar você e a todos por meio do processo do arrependimento. Posso lhe garantir que ele já ouviu uma história parecida com a sua antes. Gostamos de pensar que outros membros da nossa igreja não sofrem dos mesmos problemas e pecados que nós, mas não é esse o caso. Somos todos humanos.

Quero lhe dizer mais uma vez que nada do que disser fará seu Bispo pensar menos de você. Na verdade, em vez disso, ele vai admirar a sua coragem.

Como não sou bispo e nunca fui, não sei o que ele vai dizer ou fazer para ajudá-la no processo do arrependimento. Pode ser que ele lhe peça para se abster de tomar o sacramento? Claro. Ele poderia lhe pedir outras coisas? Sim, poderia, e isso faz parte do processo do arrependimento.

Simplificando, não sei o que ele vai lhe sugerir. O que eu sei, é que você vai se sentir muito melhor depois de passar por este processo. Seus pecados serão verdadeiramente “lavados” e nosso Pai Celestial se regozijará. Você será capaz de entrar no templo novamente com a consciência limpa, e isso é a maior bênção de todas.

Fonte: Ask Gramps

Relacionado:

Vencendo o desânimo: Como encontrar a paz e o consolo hoje em dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *