Como eu devo lidar com meu remorso?

Você sente ou já sentiu remorso?

Remorso é um substantivo masculino com origem no latim remorsu que significa um sentimento de aflição ou tristeza causado pela prática de um ato reprovável.

Muitas vezes as pessoas erroneamente acreditam que remorso é quando não fizeram algo que deveria ser feito ou fizeram algo que não deveria ser feito, com relação a uma pessoa já falecida.

Obviamente o remorso pode sim estar relacionado a uma pessoa já falecida, no entanto, muitas vezes o sentimento também se manifesta com relação às pessoas vivas e até mesmo com relação a nós mesmos.

Remorso implica sempre uma tristeza derivada de nos sentirmos causadores de um dano indevido a alguém ou a nós mesmos. É sinônimo de sentimento de culpa.

O remorso sempre vem acompanhado de arrependimento. Trata-se de uma tristeza dupla: a do erro cometido e a do dano indevido causado a alguém.

Mas como lidar com esse sentimento?

1)  Procure a origem do sentimento.

Por que você tem esse sentimento? Desde quando? O que levou você a sentir remorso? Procure a origem, para então entender os motivos e como lidar com ele.

2)  Queira livrar-se desse sentimento.

O famoso médico Hipócrates escreveu: “Antes de curar alguém, pergunta-lhe se está disposto a desistir das coisas que o fizeram adoecer.” Ou seja, você quer se livrar desse sentimento?

3)  Expresse seus sentimentos.

Há um diálogo na internet, que desconheço o autor mas diz o seguinte:

– Morreu.

– De quê?

– Sufocou-se com as palavras que nunca disse.

É necessário expressarmos esses sentimentos de remorso, seja para nós mesmos, para alguém de nossa confiança ou para àqueles a quem consideramos que foram prejudicados por nós!

Precisamos ir procurá-los, vencer nosso medo e orgulho, para então nos livrarmos desse sentimento tão ruim.

No entanto, se nosso remorso está relacionado com alguém que já faleceu, tenhamos em mente o dom do arrependimento e a graça da Expiação, que estão ao alcance de todos nós. E uma das formas de produzirmos algo bom, é através da história da família! Pensemos nisso.

4)  Peça ajuda do Senhor.

O Senhor quer sempre o melhor para Seus Filhos. Esteja certo de que Ele irá lhe ajudar a vencer esse sentimento. “Procurai-me em cada pensamento, não duvideis, não temais” (D&C 6:36).

Relacionado:

Presidente Dallin H. Oaks: “Purificados pelo arrependimento”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *